A- A+

A trajetória política de João Goulart
<<  Vernon Walters

Vernon Anthony Walters nasceu em Nova Iorque, Estados Unidos, no dia 3 de janeiro de 1917, filho de Frederick Walters e de Laura O’Connor Walters.

Em 1941 alistou-se no Exército e, nesse mesmo ano, com a entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial (1939-1945), foi convocado, sendo logo destacado para o serviço de inteligência. Em 1944, com o desembarque dos contingentes brasileiros na Itália, foi designado oficial de ligação entre a FEB e o V Corpo do Exército norte-americano, tornando-se amigo de diversos oficiais brasileiros, especialmente do general Mascarenhas de Morais e do coronel Humberto Castelo Branco.

Ocupou o cargo de adido militar-assistente da embaixada dos EUA no Brasil de 1945 a 1948. Subchefe-assistente do Comando Supremo das Forças Aliadas na Europa de 1951 a 1956, foi assistente do presidente Dwight Eisenhower de 1956 a 1960. Voltou ao Brasil em 1962, como adido militar da embaixada norte-americana. Em 1963, ano em que as iniciativas reformistas do presidente João Goulart se intensificaram, Walters manteve Washington a par dos acontecimentos, valendo-se para tanto de suas ligações pessoais bastante estreitas com oficiais brasileiros que haviam lutado na Itália.

Em março de 1964 cooperou ativamente com as articulações que levaram à deposição de Goulart. No dia 23 comunicou ao embaixador Lincoln Gordon que o general Castelo Branco, chefe do Estado-Maior do Exército, assumira a liderança da conspiração contra o governo. Deflagrado o movimento contra Goulart, no dia 31 o governo norte-americano enviou o porta-aviões Forrestal e destróieres de apoio em direção às águas brasileiras. Ainda no dia 31, Walters foi informado de que o general Amauri Kruel comandante do II Exército, sediado em São Paulo, decidira apoiar os golpistas. Com a queda de Goulart, o apoio militar ostensivo dos EUA tornou-se desnecessário. Walters permaneceu como adido militar no Brasil até 1967, devido à sua longa experiência em assuntos políticos do país e sua amizade com vários dos novos governantes, inclusive o presidente Castelo Branco (1964-1967).

Deixando o Brasil, foi servir no Vietnã. Ainda em 1967 foi nomeado adido militar da embaixada dos EUA na França. No início de 1971, organizou os primeiros encontros secretos entre Henry Kissinger, secretário de Estado norte-americano, e Le Duc Tho, representante do governo do Vietnã do Norte, realizados em Paris com o objetivo de estabelecer as negociações de paz entre os dois países. Em 1972, foi nomeado vice-diretor da Central Intelligence Agency (CIA). Realizou diversas missões no exterior, envolvendo-se na queda de governos estrangeiros não-alinhados com os interesses dos Estados Unidos. Em 1976, pediu demissão do seu cargo na CIA.

Com a posse do presidente Ronald Reagan, em janeiro de 1980, retornou à vida política, tornando-se um dos principais conselheiros do secretário de Estado Alexander Haig. Nessa condição, visitou diversos países latino-americanos, inclusive o Brasil, em fevereiro de 1981, em missão que visava, segundo sua versão, obter apoio diplomático para a política norte-americana em relação à guerra civil de El Salvador. A imprensa brasileira, informou que sua missão pretendia na verdade conseguir apoio do governo brasileiro, além do de outros países, para uma eventual intervenção militar norte-americana em El Salvador que contaria com tropas e assessores de outros países. Em junho foi nomeado por Reagan embaixador itinerante para missões especiais do Departamento de Estado.

[Fonte: Dicionário Histórico Biográfico Brasileiro pós 1930. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2001]

NOSSAS REDES  
Instagram Twitter Facebook Youtube Flickr Moodle        

 

 

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2017. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede