A- A+

A trajetória política de João Goulart
<<  Paschoal Carlos Magno

Paschoal Carlos Magno nasceu no dia 13 de janeiro de 1906, no Rio de Janeiro, filho de Nicolau Carlos Magno e de Filomena Carlos Magno.

Escritor e diplomata, bacharelou-se pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil, em 1929. A maior parte da sua carreira de diplomata foi passada na Inglaterra, onde serviu de 1933 a meados da década de 1940, exercendo funções consulares em Manchester, Liverpool e Londres. De volta ao Brasil em 1946, serviu mais tarde na legação brasileira em Atenas (1950) e em Milão (1955). Em 1957, foi oficial de gabinete da Presidência da República, durante o governo de Juscelino Kubitscheck. Participou também da politica, tendo sido eleito vereador no Distrito Federal em 1950.

Porém, foi como homem de teatro que Pascoal Carlos Magno se destacou. Criou, em 1929, a Casa do Estudante Brasileiro e, em 1938, o Teatro do Estudante do Brasil (TEB). Nesse meio tempo foi diretor artistico da Companhia Jayme Costa. Com o TEB, realizou diversas viagens – as chamadas "Caravanas da Cultura" –, promovendo o teatro pelo país. Em 1944, organizou o Curso de Férias de Teatro, ponto de partida do Teatro Experimental do Negro. Em 1952, inaugurou em sua casa em Santa Teresa, no Rio de Janeiro, o Teatro Duse, com o objetivo de promover o trabalho de novos autores. O Teatro Duse passou a ser uma importante referência ao desenvolvimento da dramaturgia brasileira, vindo também a constituir um criativo laboratório de atores e diretores. Fundou ainda a Aldeia de Arcozelo, em Pati do Alferes (RJ), uma area de 57 mil m2, destinada a abrigar todas as artes.

Escreveu, entre outras obras, Tempo que passa (1922), Drama de alma e sangue (1926), Desencantamento (1929), Pierrot (1930), a peça teatral Tomorrow will be different (1945), que seria lançada no Brasil em 1952, com o nome O amanhã será diferente, e Sempre seremos crianças (1947).

[Fonte: COUTINHO, A. Brasil e brasileiros de hoje. Volume II. Rio de Janeiro: Editorial Sul Americana, S.A., 1961; SOUSA, J.G. de.O Teatro no Brasil-Tomo II, subsídios para uma biografia do teatro no Brasil. Ministério da Educação. Instituto nacional do Livro. Rio de Janeiro, 1960; Internet: www.antaprofana.com.br]

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2020. Todos os direitos reservados • As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.