MESTRADO PROFISSIONAL
Estrutura curricular

Os alunos de Mestrado Profissional devem cursar duas disciplinas obrigatórias, dois seminários obrigatórios e quatro disciplinas optativas.

Disciplinas obrigatórias, ministradas no primeiro período do curso:

  • História do Brasil: a disciplina visa a discutir temas e questões centrais à história do Brasil Republicano, contemplando eventos, atores políticos e debates que marcaram a trajetória de constituição do Brasil moderno, com foco especial na implementação de políticas públicas que caracterizaram padrões governativos. Trata-se, sobretudo, de inscrever a dimensão histórica como um elemento fundamental de uma reflexão crítica sobre bens culturais e projetos sociais.
  • Cultura e Sociedade: visa a equipar os alunos com conceitos do campo das Ciências Sociais que os ajudem a pensar a sociedade e a cultura de forma mais qualificada, distanciando suas abordagens do senso comum e tornando-as mais reflexivas. O curso busca, também, contemplar temas relevantes para a sociedade brasileira contemporânea.

Seminários obrigatórios:

  • Seminário de trabalho de conclusão: ministrado sempre no segundo semestre do primeiro ano de curso, tem natureza metodológica. O professor responsável estimula a discussão coletiva dos objetos de pesquisa, refletindo sobre as opções metodológicas e os referenciais teóricos que podem ajudar a dar consistência a cada projeto.
  • Seminário tutorial: equivale à elaboração do texto da dissertação ou produto que será apresentado à banca de defesa, validado pelo orientador no último semestre do mestrado.

O trabalho de conclusão do Mestrado Profissional em Bens Culturais e Projetos Sociais pode seguir o padrão tradicional das dissertações de mestrado ou adotar um formato mais aplicado. Inventários analíticos de fundos arquivísticos, projetos de museus, projetos editorias voltados para a educação patrimonial, e sítios na internet, entre outros produtos, já foram apresentados como trabalhos de conclusão, sempre acompanhados de um memorial descritivo que situa o trabalho no campo no qual se insere, explica as opções metodológicas e avança em alguma reflexão substantiva acerca do tema proposto.

Cada disciplina do Mestrado Profissional equivale a três (3) créditos e tem a duração de 45horas/aula, e as disciplinas são sempre ministradas no horário de 18h30 às 21h30.

Diante das incertezas do atual cenário da pandemia, e para facilitar o planejamento dos candidatos e futuros alunos, todos os cursos obrigatórios do Mestrado Profissional serão oferecidos de forma online (ao vivo) em 2021.

Maiores informações sobre a estrutura curricular e outras orientações estão disponíveis no Regimento do PPHPBC.

 

NOTÍCIAS DA PÓS

Palestra com Daniela Campello (EBAPE FGV) no âmbito do Laboratório de Estudos Políticos (LEP). Dia 23 de outubro de 2019, às 14h, no auditório 1014. Inscreva-se gratuitamente.

Organizado por Bernardo Buarque de Hollanda e José Paulo Florenzano, o lançamento será no dia 21 de outubro de 2019, às 18h30, na Livraria Martins Fontes - Av. Paulista, 509, São Paulo.

Palestra com André Alexandre Couto (professor do CEFET-Rio) no âmbito do Laboratório de Estudos do Esporte (LESP). Dia 17 de outubro de 2019, às 16h, auditório 406. Inscreva-se gratuitamente.

Palestra com Anaís Passos (pós-doutoranda no Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo) no âmbito do Laboratório de Estudos sobre Militares (LEM). Dia 15 de outubro de 2019, às 15h, auditório 823. Inscreva-se gratuitamente.

Palestra com Christian Schwartz (USP) no âmbito do Laboratório de Estudos do Esporte (LESP). Dia 10 de outubro de 2019, às 16h, auditório 406. Inscreva-se gratuitamente.

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2020. Todos os direitos reservados • As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.