A- A+

História Indígena no Brasil
Apresentação

O minicurso é uma atividade complementar de extensão realizada pela Escola Superior de Ciências Sociais (FGV/CPDOC), cujo objetivo é apresentar uma visão geral sobre a história indígena no Brasil aos estudantes da FGV e ao público externo (docentes da rede pública de ensino).


Público-alvo: Estudantes da FGV e professores de História da rede pública de ensino (municipal e estadual).

Ementa: Etno-história, história e antropologia, abordagens interdisciplinares. O mundo colonial e seus conflitos, encontro de culturas. Os anos imperiais, as leis e a disputa por terras. A realidade indígena no século XX.

Objetivos: O objetivo deste minicurso é pontuar as principais questões que envolveram a história dos índios no Brasil, desde o momento dos primeiros contatos com os portugueses, até os dias atuais, passando por questões como mão-de-obra, terras, etnia, culturas, assimilação e interesses.
Ao longo dos encontros iremos perceber ainda que os índios envolveram-se de forma ativa ao longo de toda a história que se pretende discutir, valorizando a atuação dos povos indígenas e sua ampla capacidade de rearticular interesses e culturas, mesmo diante da situação de violência a qual estavam sendo submetidos.

 

Cronograma de aulas
1º encontro Etno-história e o lugar dos índios na história
  • Culturas e identidades em construção
  • Os desafios da história indígena
  • As novas legislações e a história indígenas em salas de aula
ALMEIDA, Ma. Regina Celestino de, “O Lugar dos Índios na História entre Múltiplos Usos do Passado: reflexões sobre cultura histórica e cultura política”, in Mitos, Projetos e Práticas Políticas: memória e historiografia, org. R. Soihet, M. R. Celestino de Almeida, C. Azevedo e R. Gontijo, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009, pp. 401-428;
2º encontro Os índios no Brasil Colonial
  • Religiosidades, resistências e adaptações culturais
  • Política Indigenista, Políticas Indígenas
MONTEIRO, John M., “Unidade, Diversidade e a Invenção dos Índios: Entre Gabriel Soares de Sousa e Francisco Adolfo de Varnhagen”, Revista de História, USP, 149, 2003, pp. 109-137
  Os índios e as terras de fronteira
  • Fronteiras: terras indígenas, terras de ninguém
ALMEIDA, Maria Regina Celestino de. Metamorfoses Indígenas: Identidade e cultura nas aldeias coloniais do Rio de Janeiro
3º encontro A questão indígena no Brasil Imperial
  • A problemática indígena na Constituinte de 1823
  • O Regulamento das Missões e a Lei de Terras

A questão Indígena no Brasil Republicano

  • Resistência indígena e regime tutelar
  • Grupos indígenas e identidade no século XX
MACHADO, Marina M. “Leis para terras em uma fronteira étnica: a questão indígena no Império Brasileiro”. In: GUIMARÃES, Elione & MOTTA, Márcia M. M. Campos em Disputa: História Agrária e Companhia. Editora Annablume: São Paulo, 2007.

ALMEIDA, Maria Regina Celestino de. Metamorfoses Indígenas: Identidade e cultura nas aldeias coloniais do Rio de Janeiro

 

Informações importantes

Vagas: Serão 30 vagas, das quais 20 para alunos da FGV-Rio (graduação em Ciências Sociais, História, Administração, Direito, Economia e Matemática; Mestrado e Doutorado em História, Política e Bens Culturais) e 10 reservadas para professores de História das redes municipal e estadual do Rio de Janeiro.

Inscrições: As inscrições irão até o dia 19/04, e deverão ser feitas exclusivamente pelo site do CPDOC. Os alunos deverão preencher os campos indicados e anexar boletim escolar, e os professores deverão inserir em seu currículo informações funcionais (escolas em que atuam e número de matrícula) e anexar digitalmente carta assinada em que apresentam sua experiência profissional e o interesse pelo tema.

Seleção: A comissão se reserva o direito de selecionar os inscritos, caso haja um número de inscrições maior do que o número de vagas. No caso dos alunos, a seleção seguirá os critérios de rendimento escolar e a representatividade dos cursos. No caso dos professores, a comissão levará em conta a carta anexada. A comissão também se reserva o direito de encerrar as inscrições antes do prazo caso haja uma demanda excessiva. Não há direito a recurso em caso de recusa de inscrição.

Benefícios e condicionalidades: Os alunos inscritos terão direito a um certificado de atividade complementar, desde que entreguem as duas resenhas previstas e compareçam a 75% das atividades. Os professores terão direito a certificado atestando a carga horária presencial, desde que compareçam a 100% das aulas. Todos os inscritos terão acesso aos textos com antecedência em formato digital, e deverão lê-los antes do início das aulas

Hora e Local: Todas as aulas serão realizadas na sede da FGV na Praia de Botafogo, 190, no auditório 318. Cada aula terá a duração de 3 horas, iniciando-se às 15 e terminando às 18. A carga horária presencial total é de 9 horas. Atenção: a FGV não permite a entrada de pessoas trajando bermudas!

Comissão organizadora: João Maia e Marina Machado.

Contato: Quaisquer dúvidas devem ser direcionadas para o coordenador do curso de Ciências Sociais da FGV, prof. João Maia (joao.maia@fgv.br)

 

NOSSAS REDES  
Instagram Twitter Facebook Youtube Flickr Moodle        

 

 

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2017. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede