Eventos

20 mai

Debate, LHuD

Desafios e oportunidades para arquivos digitais na era dos dados abertos ligados

Data
20/05/2021 - 20/05/2021
Horário
16h:00 até 18h:00
Local
Online (link a ser fornecido após inscrição)
Sobre o Evento

Na era dos arquivos nascidos digitais e num momento de crescimento exponencial na digitalização de arquivos, talvez o principal desafio já não seja o da escassez de dados digitais. Encontramos online grandes arquivos nacionais, arquivos regionais e locais, arquivos de instituições, arquivos pessoais, arquivos de associações, arquivos populares… O volume de dados disponibilizados é enorme, cresce a cada dia, transformando o conhecimento humano e o acesso ao seu património cultural. Esta riqueza e diversidade de informação é sem dúvida uma oportunidade para as instituições que divulgam o seu património, podendo contribuir, também, para a sua preservação. Uma oportunidade para os pesquisadores, que podem aceder, manipular e analisar esses dados de formas cada vez mais eficazes e intuitivas. Uma oportunidade para o público em geral, que acede à sua memória colectiva com um clique ou o deslizar de um dedo. Mas uma parte substancial destes dados não são conhecimento, nem ajudam a gerar conhecimento. A maior parte dos arquivos e das bases de dados que constroem e divulgam geram dados desconectados, descontextualizados, dispersos e de difícil reutilização. E este sim é um grande desafio. Nesta conferência pretendemos reflectir sobre essas oportunidades e desafios, numa abordagem de Humanidades Digitais que leve em conta os dados abertos ligados e as experiências que se estão a desenvolver neste campo aplicadas a arquivos, bibliotecas e museus.

Para debater o tema, Daniel Alves, Professor Auxiliar no Departamento de História e investigador no Instituto de História Contemporânea (IHC) da NOVA-FCSH, fará uma conferência, seguida por um debate com Danielle Sanches.

 

  • Daniel Alves é Professor Auxiliar no Departamento de História e investigador no Instituto de História Contemporânea (IHC), ambos da NOVA-FCSH, Universidade NOVA de Lisboa. Tem um Mestrado em História do Século XIX e um Doutoramento em História Económica e Social Contemporânea. É editor da revista IJHAC: A Journal of Digital Humanities, publicada pela Edinburgh University Press e editor-chefe da versão portuguesa do The Programming Historian. Coordena o Laboratório de Humanidades Digitais do IHC, sendo consultor da Infraestrutura Digital de Investigação ROSSIO.

     

  • Danielle Sanches é Doutora em História das Ciências pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS/Paris) em cotutela com a Casa de Oswaldo Cruz/FioCruz, com bolsas CAPES e CNPq, Mestre em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) e Bacharel e Licenciada em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Suas áreas de pesquisa incluem História dos Saberes e Práticas Científicas, Humanidades Ambientais, Biodiversidade e Humanidades Digitais. Dentro da perspectiva das Humanidades Digitais vem trabalhando com a aplicação metodologias digitais ligadas à Análise Espacial, Análise de Redes e Análise de Texto por meio da aplicação de Processamento de Linguagem Natural e Mineração de Texto.

 

Local

Data: 20 de maio de 2021 - Horário: 16h

Local: Link pelo Zoom (a ser fornecido)