Peter Fry

Todas as entrevistas  

Peter Henry Fry nasceu na cidade de Leeds, na Inglaterra, em 1941. Graduou-se em antropologia social na University of Cambridge em 1963. Sua tese de doutorado, fruto de uma pesquisa de campo na África, foi defendida em 1969 na University of London. Peter Fry veio ao Brasil em 1970, participando do processo de consolidação da pós-graduação em ciências sociais da Universidade Estadual de Campinas, onde lecionou até 1983. Foi professor visitante do programa de pós-graduação em antropologia social do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro de 1983 a 1985, permanecendo na cidade de 1985 a 1988 como assessor de programas e representante da Fundação Ford no Brasil. Em 1989 Peter Fry vai para Harare, em Zimbábue, como representante adjunto da Fundação Ford. Em 1993, retorna ao Rio de Janeiro para lecionar no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde permaneceu até sua aposentadoria como professor titular.

Para demais informações e publicações do autor, seu currículo lattes.

  • Minutagem

    • 00:00:33 Anos de formação.
    • 00:08:46 Bolsa de estudos e a ida para a Rodésia do Sul (atual Zâmbia).
    • 00:18:02 A volta para a Inglaterra; Doutorado e a orientação de Mary Douglas.
    • 00:28:09 Estudo sobre a religião e os xamãs.
    • 00:34:23 Contato com a língua portuguesa.
    • 00:34:44 A ida para Moçambique.
    • 00:36:43 A influência da colonização.
    • 00:41:13 A paixão por Portugal; a inserção na sociedade portuguesa.
    • 00:42:20 O aprendizado do português; chegada ao Brasil em 1970.
    • 00:49:20 O ambiente da Universidade Estadual de Campinas e posterior naturalização.
    • 00:55:54 Museu nacional.
    • 01:01:26 A cidade de Campinas.
    • 01:02:46 Fundação Ford.
    • 01:03:38 Um conhecimento cosmopolita.
    • 01:05:09 Investimento na inteligência.
    • 01:09:36 Projetos de incremento de renda para população pobre.
    • 01:09:57 Atuação da fundação na África.
    • 01:11:39 O encanto por Moçambique.
    • 01:18:53 Centro de Estudos Africanos.
    • 01:26:46 O meio acadêmico em Moçambique.
    • 01:29:52 A colonização portuguesa em relação à procriação.
    • 01:36:20 Movimentos Políticos; rotulação racial e sexual.
    • 01:42:50 A política de cotas raciais no Brasil.
    • 01:52:01 Antropologia.
    • 01:53:53 Nativo situacional.
    • 01:56:02 Assimilação na sociedade brasileira.
    • 01:57:26 Referenciais teóricos.
    • 02:02:22 Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS).
    • 02:04:48 A decepção e o boicote no instituto.
    • 02:13:56 As Ciências Sociais no mundo de hoje.
    • 02:18:06 Epílogo: aposentadoria.
    • 02:22:12 A vida fora da universidade.
    © Todos os direitos reservados à FGV.
Galeria de Imagens

 

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).