Mônica Simões

Todas as entrevistas  

Mônica Simões

Mônica Simões nasceu em Salvador (BA), em 22 de fevereiro de 1955. Seu interesse pela fotografia vem da infância e foi despertado pelo contato com o significativo acervo fotográfico da família. Seu interesse pela cultura negra se deu ainda na graduação em História, na UFBA. Após um trabalho com história oral, na Fundação Cultural da Bahia, começou a fotografar profissionalmente. Seu primeiro documentário, Eu sou neguinha? (1988), participou de festivais nacionais e internacionais. Temas locais, como o cidadão e a cidade, se consolidaram no documentário-ficção Código de Hamurabi (1994), onde Mônica discutiu os anos 1970 na Bahia. Firmou parcerias com o Göethe Institut da Bahia, realizando projetos e oficinas que resultaram em Sonntag (1996), seu primeiro vídeo experimental. A partir da união entre a linguagem audiovisual e a imagem fotográfica, começou a desenvolver videoinstalações como Lambe-Lambe (1997). Seu trabalho com arquivos de família resultaram em obras como Uma cidade (2000) e, mais recentemente, Um casamento (2016), produzido a partir de fragmentos do casamento de seus pais. Dirigiu diversas séries, filmes e programas para TV, como História do Brasil com Boris Fausto (2002) e O caminho de Santiago de Compostela com Paulo Coelho (1999). Desenvolveu ainda carreira acadêmica, concluindo mestrado em Artes Visuais na UFBA, além de promover oficinas sobre fotografia e cinema. Juntamente com o trabalho na direção geral e de fotografia, atuou em pesquisa, curadoria, roteiro e criação de projetos na área das Artes Visuais.

 

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).