Luiz Werneck Vianna

Todas as entrevistas  

Luiz Werneck Vianna nasceu no Rio de Janeiro em novembro de 1938. Concluiu o curso de graduação em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro em 1962. Em 1967, terminou uma segunda graduação, em Ciências Sociais, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 1970 concluiu o Mestrado em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ) e obteve título de doutorem Sociologia pela Universidade de São Paulo em 1976. Foi presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS). Foi professor do IUPERJ e atualmente é professor do Departamento de Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

  • Minutagem

    • 00:00:33 A origem da família.
    • 00:13:17 O contato com a literatura.
    • 00:23:27 A primeira graduação no curso de Direito.
    • 00:26:44 O crescente interesse pela política.
    • 00:31:51 A instauração do regime militar de 1964, no Brasil.
    • 00:33:24 O Centro Popular de Cultura (CPC) da União Nacional dos Estudantes (UNE).
    • 00:36:53 A entrada de projetos sociais na favela, organizados pela UNE.
    • 00:41:32 O retorno à advocacia como advogado de presos políticos.
    • 00:42:43 A ida para São Paulo e o exílio no Chile.
    • 00:45:33 A experiência da graduação em Ciências Sociais, num contexto de repressão politica.
    • 00:49:40 O mestrado na primeira turma do Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro (IUPERJ).
    • 00:54:09 O início do doutorado na Universidade de São Paulo (USP).
    • 00:58:25 O contato com os líderes do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).
    • 01:00:57 A entrada no Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAB).
    • 01:10:55 A elaboração do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de 1974.
    • 01:14:50 A intensificação da repressão ao Partido Comunista e o extermínio de seus principais líderes.
    • 01:24:40 A entrada no Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ) como professor de Sociologia.
    • 01:32:04 As principais referências bibliográficas.
    • 01:42:56 O processo de extinção do Partido Comunista entre 1976 e 1981.
    • 02:00:49 A dissidência entre a democracia política e a democracia social no Brasil.
    • 01:47:05 O lugar da política na formação dos cientistas sociais.
    • 02:10:49 A presença das instituições judiciárias na cena contemporânea brasileira da atualidade e o exemplo do mensalão.
    • 02:23:04 As obras literárias definitivas na construção da sua identidade.
    © Todos os direitos reservados à FGV.

 

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).