Ivan Wedekin

Todas as entrevistas  

Ivan Wedekin

Ivan Wedekin nasceu no distrito de Roseira, pertencente ao município de Buritama, Estado de São Paulo, no dia 13 de novembro de 1953. Caçula de três irmãos, por volta dos seis meses de idade a família transfere a residência para o município de Turiúba, Estado de São Paulo. Ivan realiza seus primeiros anos de estudo no grupo escolar de Turiúba e conclui o ensino básico na escola do município de Buritama, cidade que seus avós paternos residiam. Devido a mudanças da família, realiza o colegial nos municípios de Birigui e Monte Aprazível e conclui o ensino médio em um colégio no município de São José do Rio Preto. Em 1971 ingressa no curso de Engenharia Agronômica na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP) em Piracicaba (1971-1974). Seu primeiro trabalho depois da formatura foi no Banco Bandeirantes com crédito rural, onde fica por dois meses. Em seguida transfere-se para o Rio de Janeiro para trabalhar no Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) (1975). Na época o Instituto fora contratado pelo Instituto do Açúcar e do Álcool (IAA), para fazer levantamentos de custo de produção de cana-de-açúcar, açúcar e álcool no Brasil. Em julho de 1977 migra para Grupo de Informação Agrícola (GIA), na época coordenado pelo economista Paulo Rabello de Castro. Entre 1978 e 1979 realiza mestrado em Desenvolvimento Agrícola do Centro de Pesquisas em Direito e Economia (CPDE) da FGV sem concluir o curso. Em 1981 se muda para São Paulo para trabalhar na Sociedade Rural Brasileira. Em 1982 casa-se pela primeira vez e da união nascem os filhos Daniel e Mariana. Em 1984 ingressa na Agroceres para atuar como assessor econômico de Ney Bittencourt de Araújo, na época presidente da empresa. Durante o período que esteve na Agroceres realizou incursões à Harvard para participar dos seminários sobre um novo conceito que surgia – agribusiness, ali estabelece relações com importantes intelectuais. Participa das discussões da Frente Ampla da Agricultura ocorridas durante a Assembleia Nacional Constituinte (1987-1988). Em 1990 publica a obra Complexo agroindustrial: o agribusiness brasileiro (1990) em coautoria com Luiz Antônio Pinazza e Ney Bittencourt e com a parceria e colaboração de Elisío Contini, Eduardo Nunes, José Luiz Tejon e Coriolano Xavier. Em 1996 deixa a Agroceres. Em 1996 torna-se sócio fundador da empresa RC.W Consultores. Em 2002 participa da organização do Primeiro Congresso Brasileiro de Agribusiness (2002) com Paulo Rabello de Castro e Roberto Rodrigues como Presidente da Associação Brasileira de Agronegócio (Abag). É convidado por Roberto Rodrigues para assumir a cadeira de Secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), onde permanece de janeiro de 2003 até julho de 2006. Atualmente é Diretor de Commodities e Diretor Geral na BM&FBOVESPA e Bolsa Brasileira de Mercadorias, cargos que ocupa desde 2006. E membro do Conselho Superior do Agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

 

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).