A- A+

Memória das Ciências Sociais em Portugal
<<  ANTÓNIO COSTA PINTO

António Costa Pinto nasceu em 1953, em Portugal. Licenciou-se em História pela Universidade de Lisboa, em 1982. Começou a lecionar História no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) em 1986, obtendo seu título de doutor na disciplina pelo Instituto Universitário Europeu, na Itália, em 1992. Desde o ano de 1999, Antonio Costa Pinto é pesquisador e professor do ISCTE. Para maiores informações e publicações do autor, seu currículo: http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=2131417271009466

 

© Todos os direitos reservados à FGV.

 

MINUTAGEM
  • 00:00:33- Origens; Família; Origens sociais;
  • 00:04:30 - Impressões sobre a sociedade rural portuguesa;
  • 00:08:17 - Os estudos no Liceu Pedro Nunes;
  • 00:10:54 - A escolha pelo Direito; Politização e ingresso na militância;
  • 00:13:11 - A extrema-esquerda e o movimento estudantil em Portugal;
  • 00:14:36 - A influência do tio;
  • 00:16:19 - O impacto de maio de 68 e o impacto da transição democrática;
  • 00:20:19 - O serviço militar;
  • 00:20:53 - Afastamento do ativismo político;
  • 00:22:57 - A ida para a História;
  • 00:24:33 - Adérito Sedas Nunes;
  • 00:28:36 - A escolha pelas Ciências Sociais via História; O ambiente acadêmico da História nos anos 70; Afastamentos e reestruturação do curso de História;
  • 00:32:13 - A ida para o ISCTE (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa) como assistente estagiário;
  • 00:34:03 - Preocupações intelectuais; As origens sociais da ditadura e da democracia, Barrington Moore;
  • 00:36:56 - O doutorado no Instituto Universitário Europeu com Philippe Schmitter e Stuart Woolf;
  • 00:38:55 - Os cientistas sociais e as elites em Portugal e Brasil;
  • 00:40:55 - O terceiro ano na Universidade de Stanford;
  • 00:43:08 - O Estado Novo português;
  • 00:45:10 - A intelectualidade portuguesa no ambiente fechado da ditadura e os reflexos sobre as ciências sociais portuguesas;
  • 00:47:32 - O processo de europeização;
  • 00:51:21 - Uma comparação entre Itália e Portugal;
  • 00:53:52 - O Instituto Universitário Europeu e a Universidade de Stanford;
  • 00:55:38 - Steven Lukes;
  • 00:58:14 - A experiência em Stanford;
  • 00:59:07 - A multiculturalidade e a adesão de Portugal à União Europeia;
  • 01:03:48 - A Ciência Política em Portugal: origens e tardio desenvolvimento; Adriano Moreira; A Sociologia em Portugal;
  • 01:15:27 - A Ciência Política e a Antropologia em Portugal;
  • 01:16:45 - O núcleo fundador; A matriz da Antropologia em Portugal; José Cutileiro; A institucionalização da Ciência Política; Uma nova geração;
  • 01:20:08 - A relação Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS) – ISCTE; Adérito Sedas Nunes; Influências, características e diferenças;
  • 01:23:19 - As duas instituições atualmente;
  • 01:29:36 - As Ciências Sociais em Portugal; Dois polos de investigação: Lisboa e Coimbra;
  • 01:33:15 - Internacionalização;
  • 01:35:59 - A Universidade do Porto e a elite política e universitária em Portugal;
  • 01:39:13 - Atividades extra acadêmicas; A participação de cientistas sociais na esfera pública; Interesses;
  • 01:41:33 - A busca pela memória em Portugal;
  • 01:45:26 - Países de língua portuguesa; A relação entre a ditadura e a democracia em Portugal; Transição e descolonização; Identidade entre o mundo de língua portuguesa;
  • 01:49:34 - Aproximações nas Ciências Sociais; A relação pessoal com os países de língua portuguesa;
  • 01:51:36 - Os contatos com o Brasil;
  • 02:04:37 - As relações entre Portugal e África nas Ciências Sociais;
  • 02:07:32 - As Ciências Sociais hoje; Problemas e constatações;
  • 02:14:27 - Obras marcantes; As origens sociais da ditadura e da democracia, Barrington Moore; Theda Skocpol; Transitions from authoritarian rule.
Topo da PáginaTRANSCRIÇÃO

Entrevista1838.pdf

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).

 

Memória das Ciências Sociais no Brasil

Memória das Ciências Sociais em Portugal

Memória das Ciências Sociais em Moçambique


 

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2020. Todos os direitos reservados • As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede