A- A+

Memória das Ciências Sociais em Moçambique
<<  FILIPE COUTO

Filipe José Couto nasceu em Moçambique no dia 30 de janeiro de 1939. Concluiu o Ensino Primário em Massangulo, província do Niassa, e dedicou-se ao ofício de sapateiro na cidade de Nampula entre 1954 e 1957. Frequentou o Ensino Secundário em Fátima, Portugal, entre 1958 e 1962. Foi em 1962 que decidiu entrar para o Instituto Missionário da Consolata, na Itália, tendo permanecido um ano. Fez Estudos Filosóficos e Licenciatura em Roma (1964 a 1967); Estudos Teológicos e Doutoramento em Teologia Dogmática, em Munster, Alemanha (1967 a 1971) e Doutoramento em Ciências Sócio-políticas de Qualificação para Professor Catedrático na Universidade de Paderborn, Alemanha (1976 a 1981). Regressa à sua terra natal onde entra em contato com a Frelimo, (Frente de Libertação de Moçambique), que luta pela libertação de Portugal, indo fixar moradia na Tanzânia. No ano de 1996 foi nomeado reitor da Universidade Católica de Moçambique e desde 2007 é reitor da Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo.

 

 

© Todos os direitos reservados à FGV.

Topo da Página SUMÁRIO - ENTREVISTA 23.04.2009

  SumarioFilipeCouto.pdf

Clique para assistir
1º Bloco
Origens; história familiar; percurso educacional até o doutoramento em Teologia Católica Dogmática da Universidade de Münster, na Alemanha.
 
Clique para assistir
2º Bloco
Autores Marcantes; o curso de História da Filosofia em Roma e os empiristas ingleses; Charles Boxer; a Frente de Libertação de Moçambique.
 
Clique para assistir
3º Bloco
Acontecimentos marcantes pela Europa; o Maio de 1968 e participação nas reuniões de estudantes em Münster; o Concílio Vaticano II.
 
Clique para assistir
4º Bloco
Trajetória docente e publicações; a relação com a Frente de Libertação de Moçambique; a co-fundação da Escola Superior de Sociologia, Teologia e Ciências Sociais de Morogoro; o título de Reitor fundador da Universidade Católica de Moçambique e depois da Universidade Eduardo Mondlane; a publicação da tese de doutoramento: Esperança dos que não acreditam em 1974.
 
Clique para assistir
5º Bloco
A influência de Julius Nyerere e a concepção de educação hoje; o diálogo entre socialismo e educação na Tanzânia; Carlos Machili e a defesa da expansão universitária; a qualidade do ensino e a potencialidade intelectual moçambicana.
 
Clique para assistir
6º Bloco
Cooperação entre os países de língua portuguesa; a relação com um Portugal pós-colonialismo; o intercâmbio educacional com o Brasil; o português como língua-mãe ensinada nas escolas e veiculada através da mídia; a propagação da língua inglesa.
 
 
 
Topo da Página TRANSCRIÇÃO NA ÍNTEGRA

TranscriçãoFilipeCouto.pdf

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).

 

Memória das Ciências Sociais no Brasil

Memória das Ciências Sociais em Portugal

Memória das Ciências Sociais em Moçambique


 

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2020. Todos os direitos reservados • As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.