A- A+
<< MIRIAN GOLDENBERG

Mirian Goldenberg graduou-se em Fonoaudiologia na PUC-SP, em 1977. Obteve título de mestre em Educação pela PUC-Rio, em 1980. Concluiu o doutorado em Antropologia Social pela UFRJ, em 1994. Professora titular de Antropologia Cultural do IFCS/UFRJ. Realiza pesquisas na área de Antropologia Urbana, com foco em gênero, conjugalidade, sexualidade, corpo e envelhecimento.

 

© Todos os direitos reservados à FGV.

 

MINUTAGEM
  • 00:00:33 Origens;
  • 00:02:05 A migração da família dos pais rumo ao Brasil em função da Segunda Guerra Mundial;
  • 00:03:42 Relatos sobre a infância;
  • 00:05:49 A trajetória profissional de seu pai, Benjamin Goldenberg;
  • 00:07:01 A trajetória escolar;
  • 00:07:49 O ambiente cultural e literário proveniente das leituras de seu pai;
  • 00:09:42 A mudança para São Paulo aos 16 anos de idade, em 1973;
  • 00:11:19 A aprovação no curso de Fonoaudiologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-São Paulo);
  • 00:12:37 A militância no movimento estudantil;
  • 00:13:55 O primeiro marido e a militância política;
  • 00:15:37 As experiências na área de Fonoaudiologia;
  • 00:18:48 A mudança para o Rio de Janeiro em finais da década de 1970;
  • 00:19:17 O mestrado em Educação na PUC do Rio de Janeiro;
  • 00:20:18 O trabalho no Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc);
  • 00:21:20 A permanência da militância política na trajetória profissional da entrevistada;
  • 00:22:55 A separação do primeiro marido e o início de sua vida no Rio de Janeiro;
  • 00:25:14 A viagem a Cuba;
  • 00:28:22 As expectativas acerca de Cuba;
  • 00:30:34 A visita à Nicarágua a partir do congresso “De la deuda externa”;
  • 00:32:02 A apreensão de Mirian no aeroporto de Nicarágua rumo à Costa Rica;
  • 00:33:57 A segunda visita à Nicarágua e o processo de escrita do livro sobre o país;
  • 00:35:54 O hábito de escrever diários e o processo de escrita em seu cotidiano;
  • 00:42:00 O ingresso no Museu Nacional em 1988;
  • 00:43:00 O projeto de doutorado orientado por Rubem César;
  • 00:43:56 Os cursos feitos no Museu para a formação em Antropologia;
  • 00:45:03 As experiências prévias da entrevistada com Antropologia;
  • 00:46:12 A mudança de tema de doutorado após a ascensão de Violeta Chamarro à presidência da Nicarágua;
  • 00:50:06 A decisão pelo tema de “mulheres desviantes” para a tese de doutorado;
  • 00:51:51 O processo de produção do livro “A outra”;
  • 00:55:31 A recepção de “A outra” pelo pai da entrevistada e a repercussão do livro;
  • 00:56:19 A ideia de desenvolver um estudo sobre mulheres desviantes oriunda do curso de Gilberto Velho;
  • 00:58:06 A percepção sobre escritoras que se debruçam sobre a temática de mulheres desviantes;
  • 00:59:52 A diferença do livro sobre a Nicarágua e “A outra”;
  • 01:02:48 A questão da inveja no ambiente acadêmico;
  • 01:03:59 Os convites recebidos pela entrevistada pela mídia acerca de assuntos distintos de sua linha de pesquisa;
  • 01:07:10 Leila Diniz como uma das maiores referências femininas;
  • 01:08:40 “O Segundo Sexo”, de Simone de Beauvoir, como um dos livros marcantes;
  • 01:10:52 A vida matrimonial;
  • 01:13:05 As influências de Leila Diniz e Simone de Beauvoir em sua trajetória de vida;
  • 01:14:45 O ingresso no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1994;
  • 01:15:55 Seu cotidiano na carreira acadêmica;
  • 01:17:27 A vida acadêmica e as repercussões de suas pesquisas no espaço midiático;
  • 01:19:52 Os projetos de pesquisa futuros;
  • 01:20:25 O percurso de 25 anos da entrevistada no IFCS;
  • 01:23:38 Os diferentes cargos dentro da vida acadêmica;
  • 01:25:15 As obras marcantes da área de Antropologia para a entrevistada;
  • 01:28:25 A amizade com Peter Fry e Yvone Maggie;
  • 01:30:20 A questão da sua aposentadoria;
  • 01:31:12 Sua ligação com a pós-graduação da UFRJ;
  • 01:32:12 O enfoque nos estudos sobre o envelhecimento e felicidade;
  • 01:35:29 Reflexões sobre seu próprio envelhecimento;
  • 01:37:03 A leitura dos diários de Anaïs Nin;
  • 01:37:24 A decisão pela doação de seus livros e a opção de não comprar quaisquer produtos;
  • 01:39:45 O estilo de vida simples;
  • 01:41:24 O atual marido e o compartilhamento de perspectivas diferentes em torno dos projetos da entrevistada;
  • 01:43:57 A atividade de pesquisa com idosos;
  • 01:46:22 Retomada de sua trajetória através das pesquisas que se tornaram livros.
Topo da PáginaTRANSCRIÇÃO

TranscricaoMirianGoldenberg.pdf

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).

 

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2020. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede