A- A+

Memória das Ciências Sociais no Brasil
<<  GABRIEL COHN

Gabriel Cohn graduou-se em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo – USP, em 1964, obtendo os títulos de Mestre e Doutor em Sociologia pela mesma universidade nos anos de 1967 e 1971, respectivamente. Em 1977, obteve sua Livre Docência pela USP, com a tese “Crítica e Resignação”, sobre Max Weber. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Sociologia entre 1985 e 1987, e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais – ANPOCS, de 2005 a 2006. Atualmente, é professor aposentado do Departamento de Ciência Política da USP, e professor visitante da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP.

 

© Todos os direitos reservados à FGV.

 

MINUTAGEM
  • 00:00:33 História familiar e escolaridade.
  • 00:05:01: O ambiente universitário nos anos 60.
  • 00:15:05 O espaço da sala de aula na graduação.
  • 00:22:34 Breve síntese de sua trajetória acadêmica.
  • 00:26:40 O processo de institucionalização de pesquisas junto a faculdades públicas no país.
  • 00:29:39 Amizades da época de da graduação.
  • 00:35:24 O caso da infância o qual fomentou seu interesse por pensar a sociedade.
  • 00:44:34 Temas e influencias no doutorado, ingressão na área de sociologia da comunicação.
  • 00:52:44 A geração dos jovens dos anos 90 e as ciências sociais.
  • 00:54:47 O ambiente familiar, história de vida dos pais e suas experiências no Vale da Paraíba e no Rio de Janeiro.
  • 01:05:05 A mudança para o centro urbano de São Paulo, experiências com os primeiros empregos.
  • 01:08:09 Aproximação com o universo militante e ideologias socialistas.
  • 01:09:47 A relação com a Sociologia e a Ciência Política.
  • 01:15:12 Desafios da graduação aos alunos mais jovens em contato com as Ciências Sociais; a degradação do ensino médio atual e o ensino público de sua época.
  • 01:22:34 Período de produção de sua obra sobre Max Weber.
  • 01:35:10 Contribuição profissional para o debate acerca da chamada Teoria da Justiça.
  • 01:38:19 Experiência como presidente da ANPOCS e nos comitês de avaliação CNPQ.
  • 01:44:18 Discurso sobre “A Sociologia como interrogação”, mais uma vez inspirado por Florestan.
  • 01:47:21 A formação acadêmica nas Ciências Sociais e a questão profissional nos dias atuais.
  • 01:53:16 A obrigatoriedade da Sociologia no ensino médio e as limitações do ensino básico no Brasil.
  • 02:01:44 Os problemas do funcionamento das agências na área da política científica.
  • 02:10:01 Influências dos pensamentos de Adorno.
  • 02:15:05 Mínima Moralia e os escritos de Rosa Luxembúrgo como grandes obras inspiradoras.
  • 02:19:26 Sua relação com cientistas sociais de outros países.
  • 02:23:15 O cenário atual da trajetória das revistas de cientistas sociais.
  • 02:31:19 A questão da padronização da língua na publicação de artigos.
Topo da PáginaTRANSCRIÇÃO

TranscricaoGabrielCohn.pdf

 

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).

 

NOSSAS REDES  
Instagram Twitter Facebook Youtube Flickr Moodle        

 

 

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2017. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede