A- A+

Memória das Ciências Sociais no Brasil
<<  GABRIEL COHN

Gabriel Cohn graduou-se em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo – USP, em 1964, obtendo os títulos de Mestre e Doutor em Sociologia pela mesma universidade nos anos de 1967 e 1971, respectivamente. Em 1977, obteve sua Livre Docência pela USP, com a tese “Crítica e Resignação”, sobre Max Weber. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Sociologia entre 1985 e 1987, e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais – ANPOCS, de 2005 a 2006. Atualmente, é professor aposentado do Departamento de Ciência Política da USP, e professor visitante da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP.

 

© Todos os direitos reservados à FGV.

 

MINUTAGEM
  • 00:00:33 História familiar e escolaridade.
  • 00:05:01: O ambiente universitário nos anos 60.
  • 00:15:05 O espaço da sala de aula na graduação.
  • 00:22:34 Breve síntese de sua trajetória acadêmica.
  • 00:26:40 O processo de institucionalização de pesquisas junto a faculdades públicas no país.
  • 00:29:39 Amizades da época de da graduação.
  • 00:35:24 O caso da infância o qual fomentou seu interesse por pensar a sociedade.
  • 00:44:34 Temas e influencias no doutorado, ingressão na área de sociologia da comunicação.
  • 00:52:44 A geração dos jovens dos anos 90 e as ciências sociais.
  • 00:54:47 O ambiente familiar, história de vida dos pais e suas experiências no Vale da Paraíba e no Rio de Janeiro.
  • 01:05:05 A mudança para o centro urbano de São Paulo, experiências com os primeiros empregos.
  • 01:08:09 Aproximação com o universo militante e ideologias socialistas.
  • 01:09:47 A relação com a Sociologia e a Ciência Política.
  • 01:15:12 Desafios da graduação aos alunos mais jovens em contato com as Ciências Sociais; a degradação do ensino médio atual e o ensino público de sua época.
  • 01:22:34 Período de produção de sua obra sobre Max Weber.
  • 01:35:10 Contribuição profissional para o debate acerca da chamada Teoria da Justiça.
  • 01:38:19 Experiência como presidente da ANPOCS e nos comitês de avaliação CNPQ.
  • 01:44:18 Discurso sobre “A Sociologia como interrogação”, mais uma vez inspirado por Florestan.
  • 01:47:21 A formação acadêmica nas Ciências Sociais e a questão profissional nos dias atuais.
  • 01:53:16 A obrigatoriedade da Sociologia no ensino médio e as limitações do ensino básico no Brasil.
  • 02:01:44 Os problemas do funcionamento das agências na área da política científica.
  • 02:10:01 Influências dos pensamentos de Adorno.
  • 02:15:05 Mínima Moralia e os escritos de Rosa Luxembúrgo como grandes obras inspiradoras.
  • 02:19:26 Sua relação com cientistas sociais de outros países.
  • 02:23:15 O cenário atual da trajetória das revistas de cientistas sociais.
  • 02:31:19 A questão da padronização da língua na publicação de artigos.
Topo da PáginaTRANSCRIÇÃO

TranscricaoGabrielCohn.pdf

 

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).

 

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2020. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede