A- A+

Memória das Ciências Sociais no Brasil
<<  BORIS FAUSTO

Boris Fausto nasceu em São Paulo, no dia 8 de dezembro de 1930. Formou-se Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo (USP) em 1953. No ano de 1966 graduou-se em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, obtendo seu título de doutor pelo Departamento de História em 1969, pela mesma instituição. Foi Professor Colaborador aposentado, em nível de Professor Titular, do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo, de 1988 a 1997, e colunista semanal do jornal “Folha de São Paulo” de 1998 a 2003. Atualmente é membro da Academia Brasileira de Ciências, eleito em 2001.

Para demais informações e publicações do autor, seu currículo lattes.

 

© Todos os direitos reservados à FGV.

 

MINUTAGEM
  • 00:00:33 Origens e formação;
  • 00:07:29 Militância política; a origem do interesse pela política; a influência do avô.
  • 00:09:45 O engajamento nas eleições presidenciais de 1945.
  • 00:10:36 Passagem pelo socialismo.
  • 00:10:49 A entrada no Partido Socialista Brasileiro (PSB).
  • 00:11:42 Sionismo.
  • 00:12:37 Aproximação com o trotskismo.
  • 00:15:12 Afastamento das atividades políticas a partir de 1963.
  • 00:18:02 Término do curso de história em 1965.
  • 00:18:59 Carreira acadêmica.
  • 00:20:15 A impossibilidade de ser professor. Curso de mestrado, a escolha do tema da Revolução de 1930.
  • 00:22:28 A carreira como pesquisador.
  • 00:23:55 O trabalho em torno da Revolução de 1930, as fontes da pesquisa.
  • 00:25:45 A influência do pensamento trotskista no trabalho.
  • 00:27:56 Articulações entre a pesquisa de Boris Fausto e de Francisco Weffort.
  • 00:31:00 Término do doutorado em 1968.
  • 00:33:16 Publicação e repercussões do livro A Revolução de 1930.
  • 00:34:49 Debate com Wanderley Guilherme.
  • 00:36:25 O caráter ensaístico do livro; as críticas ao livro.
  • 00:48:13 O livro Trabalho urbano e conflito social.
  • 00:49:15 O livro como resultado de uma desilusão.
  • 00:50:57 A importância da atração pelo anarquismo na feitura do livro.
  • 00:51:46 O interesse pelo tema da criminalidade.
  • 00:52:30 A realização do livro Crime e cotidiano.
  • 00:57:22 Os livros Crime e cotidiano e Crime no restaurante chinês.
  • 00:59:58 Investimento nos debates sobre imigração.
  • 01:03:11 O livro Negócios e ócios.
  • 01:04:22 Relação com os países da comunidade de língua portuguesa.
  • 01:04:59 A importância dos historiadores portugueses para se entender o Brasil colonial; a influência dos historiadores franceses e ingleses.
  • 01:05:36 Relação com o professor Joaquim Barradas de Carvalho
  • 01:07:18 O campo da historiografia brasileira hoje.
Topo da Página TRANSCRIÇÃO NA ÍNTEGRA

TranscricaoBorisFausto.pdf

 

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a pesquisa, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).

 

NOSSAS REDES  
Instagram Twitter Facebook Youtube Flickr Moodle        

 

 

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2017. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede