A- A+

O Governo de Juscelino Kubitschek

<<  Matoso Maia

Jorge do Paço Matoso Maia nasceu no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, no dia 19 de julho de 1894, filho de José do Paço Matoso Maia e de Alice de Faria Matoso Maia. Fez seus primeiros estudos no Colégio Militar do Rio de Janeiro e sentou praça na Escola Naval em abril de 1912.

Em 1918 foi promovido a primeiro-tenente. Em 1921 foi nomeado ajudante-de-ordens do ministro da Marinha, almirante João Pedro da Veiga Miranda. Com a saída de Veiga Miranda do ministério em novembro de 1922, Matoso Maia foi nomeado instrutor da Escola de Submersíveis. Deixou a secretaria e o cargo de instrutor dessa escola em julho de 1927. Em 1934 foi nomeado capitão dos portos do estado do Ceará, onde ficou até 1936. De volta ao Rio de Janeiro, foi designado assistente de comando da flotilha de contratorpedeiros.

Em abril de 1942 passou a adjunto do gabinete da secretaria geral do Conselho Superior de Segurança Nacional, órgão criado em julho de 1934 para estudar as questões relativas à defesa nacional, sendo promovido ao posto de capitão-de-fragata em dezembro desse mesmo ano.

Promovido a capitão-de-mar-e-guerra em maio de 1946, ainda nesse mês passou a ocupar a diretoria geral do Arsenal de Marinha na Ilha das Cobras, no Rio. Em maio do ano seguinte foi designado vice-diretor da Escola Naval, cargo que ocupou durante dois anos. Em julho de 1948 integrou o Conselho Nacional do Petróleo.

Em 1949 foi nomeado capitão dos portos do estado da Bahia e chefe do estado-maior do comando do II Distrito Naval (DN) sediado em Salvador. Em julho de 1950 tornou-se chefe do estado-maior da Esquadra e, em fevereiro do ano seguinte, logo após a posse de Getúlio Vargas na presidência da República, foi designado chefe de gabinete do ministro da Marinha, Renato Guillobel, recebendo nesta ocasião a patente de contra-almirante.

Depois de deixar a chefia de gabinete, assumiu em abril de 1952 a diretoria geral do Pessoal da Armada e, em fevereiro do ano seguinte, voltou a ocupar a diretoria geral do Arsenal de Marinha. Em julho de 1954 foi nomeado comandante do I DN, onde permaneceu até maio de 1955.

Promovido a vice-almirante em 1956, deixou a diretoria geral do Arsenal de Marinha, assumindo a Diretoria de Eletrônica desta arma. De maio a julho de 1957 foi ministro-convocado no Superior Tribunal Militar (STM). Em março de 1958, foi promovido a almirante-de-esquadra.

Exonerado da função de comandante-em-chefe da Esquadra, em agosto de 1958 assumiu a chefia do Estado-Maior da Armada (Ema). Dias depois, o presidente Juscelino Kubitschek nomeou Matoso Maia para ocupar o Ministério da Marinha. Na sua gestão sofreu muitas críticas por parte da imprensa relacionadas à questão do porta-aviões Minas Gerais, comprado na Inglaterra em dezembro de 1956, e que encontrava-se em Roterdam, na Holanda, para reparos. Havia uma discordância entre a Marinha e a Aeronáutica quanto à utilização e ao comando do porta-aviões, que foi resolvida posteriormente, cabendo à Marinha o comando e o uso dos helicópteros, e à Aeronáutica a utilização do navio como base. Por duas vezes Matoso Maia ausentou-se do cargo de ministro: de novembro a dezembro de 1958 e de julho a agosto de 1959.

Foi promovido a almirante em junho de 1960 e transferido para a reserva. Deixou o cargo de ministro da Marinha ao final do governo Kubitschek, em janeiro de 1961. Foi sócio do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil.

Casou-se com Iolanda Braga Matoso Maia. Faleceu no Rio de Janeiro no dia 3 de maio de 1973.

[Fonte: Dicionário Histórico Biográfico Brasileiro pós 1930. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2001]

  Twitter Facebook Youtube Flickr Moodle      Mais   

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2012. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • MELHOR SE VISUALIZADO EM 1024 X 768 • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera

                                                                                                                                                                 

Educação Executiva Presencial, Customizada e a Distância