A- A+

E ele voltou... o Brasil no segundo governo Vargas

<<  Alcino João do Nascimento

Alcino João do Nascimento nasceu em Itaperuna (RJ) em 1921, filho de José João do Nascimento e de Leonídia Maria do Nascimento.

Foi tropeiro e garimpeiro em Minas Gerais e mestre-de-obras na Baixada Fluminense. Mais tarde, transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde conheceu o político Danton Coelho – deputado federal pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e ministro do Trabalho em 1951 – que lhe deu um emprego público e o apresentou a Gregório Fortunato, chefe da guarda pessoal de Getúlio Vargas. Foi desse relacionamento que decorreu sua participação no chamado Atentado da Toneleros, ocorrido em 5 de agosto de 1954, na rua Toneleros, no Rio de Janeiro, no qual foi ferido o jornalista Carlos Lacerda, um dos principais adversários de Vargas, e morto o major-aviador Rubens Vaz, que o acompanhava.

As investigações do crime levaram a Climério Euribes de Almeida e José Antônio Soares, membros da guarda pessoal de Vargas, que acabaram denunciando Gregório Fortunato. Com o prosseguimento das investigações, constatou-se que o crime fora organizado por elementos da guarda pessoal e executado por Alcino João, contratado especialmente para esse fim. Alcino João foi capturado por soldados da Aeronáutica após intensa perseguição. Em seu depoimento, afirmou que fora contratado por Climério para assassinar Lacerda em troca de cem mil cruzeiros e de um emprego de investigador da polícia.

A crise político-militar agravava-se a cada dia, aumentando as pressões oposicionistas pelo afastamento de Vargas, que no dia 24 de agosto suicidou-se com um tiro no peito.

Em 1956, Alcino João foi julgado e condenado a 51 anos de prisão, 33 por sua participação no atentado da Toneleros e mais 18 por um latrocínio, do qual foi absolvido em 1975. Em abril de 1975, após cumprir mais de 21 anos de pena na Penitenciária Lemos de Brito, no Rio de Janeiro, foi libertado. Em novembro de 1980, voltou a ser preso, acusado de participação num crime de estelionato.

Foi casado com Abigail Nascimento, com quem teve cinco filhos. Já na prisão, casou-se com Elisa Nascimento, com quem teve um filho.

[Fonte: Dicionário Histórico Biográfico Brasileiro pós 1930. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2001]

  Twitter Facebook Youtube Flickr Moodle      Mais   

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2012. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • MELHOR SE VISUALIZADO EM 1024 X 768 • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera

                                                                                                                                                                 

Educação Executiva Presencial, Customizada e a Distância