A- A+

E ele voltou... o Brasil no segundo governo Vargas
E ele voltou... o segundo governo Vargas > Assessoria Econômica da Presidência da República

Assessoria Econômica da Presidência da República

A literatura tem dividido o segundo governo Vargas em duas fases: a primeira, mais conciliatória com os interesses oligárquicos e internacionais, e a segunda, iniciada com a reforma ministerial de 1953, caracterizada pelo nacionalismo e por uma "virada à esquerda". A formação da Assessoria Econômica da Presidência da República, logo no início do governo, permite relativizar essa tese. Tratava-se de um órgão técnico destinado a atender às solicitações da Presidência da República, para efeito de assessoramento e planejamento nas questões econômicas, cuja linha de ação se identificava com os princípios nacionalistas que desde o início imprimiram ao governo um caráter nacional-desenvolvimentista. Ao lado da Comissão Mista Brasil-Estados Unidos e do próprio ministério, que refletiam um esforço de conciliação política e de composição com vários interesses econômicos, a Assessoria deu espaço para as iniciativas mais nacionalistas e mais marcadas pelo dirigismo que caracterizou o Estado desenvolvimentista.

O segundo governo Vargas foi o primeiro, na história do país, a criar um órgão permanente de planejamento encarregado de estudar e formular projetos ligados às principais necessidades econômicas nacionais. Sua importância pode ser atestada pela quantidade de propostas e de projetos que formulou ou examinou, entre eles os da Petrobras, Fundo Nacional de Eletrificação, Plano Nacional do Carvão, Capes, Reforma Administrativa, Carteira de Colonização do Banco do Brasil, Instituto Nacional de Imigração, Comissão de Política Agrária, Comissão de Desenvolvimento Industrial, Banco do Nordeste. Assessoria Econômica foi responsável ainda pelo planejamento da indústria automobilística e pela elaboração de projetos relativos ao seguro agrícola e ao crédito rural.

Rômulo Almeida. (BA), 1952. Para chefiar a Assessoria, Vargas escolheu o baiano Rômulo de Almeida e lhe deu autonomia para compor a equipe, em sua maior parte recrutada nos quadros da administração pública. Integravam-na os técnicos Jesus Soares Pereira, Inácio Rangel, Tomás Pompeu Acióli Borges, Cleanto de Paiva Leite, todos nacionalistas e funcionários recrutados do Departamento de Administração Pública (Dasp). A Assessoria revestiu-se de uma função técnica e trabalhou sem alarde político. Não foi instrumentalizada por Vargas como recurso político junto aos setores nacionalistas, nem como expressão de uma ameaça velada aos interesses estrangeiros.

O trabalho de maior repercussão da Assessoria, no que toca à mobilização dos setores nacionalistas, foi o programa energético, incluindo-se aí a questão da energia elétrica e a do petróleo. A importância política de que se revestiam os planos em torno do petróleo brasileiro possibilitou que o projeto da Petrobras se convertesse num instrumento de disputa partidária dentro do Congresso e no âmbito do próprio sistema partidário.

Maria Celina D’Araujo

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2020. Todos os direitos reservados • As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.