A- A+

A Era Vargas: dos anos 20 a 1945
<<  Manuel Bandeira

Manuel de Souza Carneiro Bandeira Filho nasceu em Recife, em 1886. Ingressou na Escola Politécnica de São Paulo em 1903, iniciando o curso de engenheiro-arquiteto, que não concluiu por motivo de saúde.

Colaborador das seções literárias de jornais e revistas cariocas e paulistas, obteve grande repercussão na Semana de Arte Moderna de 1922, em São Paulo, com o seu poema "Os sapos", publicado em Carnaval (1919). Apesar de não ter participado diretamente do evento, Bandeira travou conhecimento com Mário e Oswald de Andrade, Paulo Prado, Yan de Almeida Prado, Menotti Del Picchia, Luís Aranha e Rubem Borba de Moraes. Também entrou em contato com o grupo dos intelectuais mineiros, representado por Carlos Drummond de Andrade e Martins de Almeida. No Rio de Janeiro, criou seu próprio círculo intelectual, do qual faziam parte Jaime Ovalle, Rodrigo de Mello Franco, Sérgio Buarque de Holanda, Prudente de Moraes Neto e, mais tarde, Gilberto Freyre.

Em 1937, recebeu o prêmio Felipe de Oliveira pelo conjunto de sua obra literária, tornando-se, no ano seguinte, professor catedrático de literatura universal do Colégio Pedro II. Membro consultivo, ainda em 1938, da diretoria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, ingressou, em 1940, na Academia Brasileira de Letras. Em 1943, deixou o Pedro II e o Patrimônio Histórico, para ocupar a cátedra de literatura hispano-americana da Faculdade de Filosofia do Rio de Janeiro, onde permaneceria até 1956. Em 1946, foi agraciado com o Prêmio Nacional de Literatura, do Instituto Brasileiro de Educação e Cultura.

Na sua vasta produção literária, merecem menção Ritmo dissoluto (1924), Libertinagem (1930), Estrela da manhã (1936) e Mafuá do Malungo (1948), além das diversas antologias poéticas publicadas ao longo de sua vida, entre as quais Poesias Escolhidas (1937 e 1948), Antologia Poética (1961), Estrela da Vida Inteira (1965).

Faleceu no Rio de Janeiro, em 1968.

[Fonte: Dicionário Histórico Biográfico Brasileiro pós 1930. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2001]

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2020. Todos os direitos reservados • As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.