MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO
Histórico e Características

O Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais (PPHPBC) iniciou suas atividades em 2003, quando uma equipe madura de profissionais reunida no Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getulio Vargas (atual Escola de Ciências Sociais – FGV/CPDOC) criou o Mestrado Profissional em Bens Culturais e Projetos Sociais. Em uma segunda etapa, já em 2007, foi implantado o Mestrado Acadêmico e o Doutorado em História, Política e Bens Culturais.

Ao criar um mestrado acadêmico e um doutorado em história, o CPDOC apostou na formação de profissionais capazes tanto de produzir conhecimento, como de formar novos produtores de conhecimento, a partir de um diálogo intenso com as ciências sociais. A criação dos cursos foi orientada pela perspectiva de ampliar e diversificar o escopo da pós-graduação em história, e não de competir com programas tradicionais que conformam a oferta de cursos em nível regional. Sua ênfase temática em história política, privilegiando o recorte do Brasil Republicano, aliada a uma preocupação analítica com bens culturais e, mais recentemente, com os desafios urbanos e as relações internacionais, fazem dos cursos um caso singular. Essa particularidade se intensifica com a força que neles tem a interdisciplinaridade, o que se justifica pela visão que orienta a proposta do CPDOC desde o seu início, ou seja, a de que o dinamismo atual da história se deve, em larga medida, ao diálogo que ela soube promover com as ciências sociais.

Os cursos de mestrado acadêmico e doutorado do CPDOC são isentos de mensalidades, e o PPPHPBC vem aumentando significativamente o número de bolsas de estudo concedidas por agências de fomento, o que indica seu reconhecimento. Em 2015, no âmbito do Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições de Ensino Particulares (Prosup/Capes), recebemos cinco bolsas de doutorado e três de mestrado. No âmbito do CNPq, mais duas bolsas de mestrado são destinadas a alunos do Programa. Além destas bolsas regulares, alguns alunos recebem bolsas de estudo vinculadas a projetos de pesquisa desenvolvidos por professores do Programa.

Os últimos anos têm sido marcados pela consolidação do processo de internacionalização do PPHPBC. Esse esforço se traduz, de maneira mais geral e permanente, no estabelecimento de convênios com instituições estrangeiras de pesquisa e ensino no âmbito dos quais se desenvolvem diferentes iniciativas: projetos de pesquisa colaborativos, mobilidade de professores e alunos, promoção de eventos conjuntos e publicações. Os convênios estabelecidos são divulgados no Portal do CPDOC .

 

  Twitter Facebook Youtube Flickr Eclass      Mais   

NOTÍCIAS DA PÓS

A cineasta debate com os alunos da FGV sobre seus filmes de longa-metragem, que incluem Narradores de Javé (2003), O sol do meio-dia (2009) e Era o hotel Cambridge (2016), entre outros. Dia 15 de maio de 2018, das 09h às 11h na Salão Nobre, 4ª andar da EAESP. Rua Itapeva, n. 432, São Paulo

Com o semestre dedicado ao Cinema de Mulheres, serão exibidos 3 curtas dirigidos e idealizados por mulheres, que tratam em perspectivas diversas, diferentes formas de violência contra a mulher. São eles: "Quem Matou Eloá?", "Autopsia" e "O mais barulhento silêncio". Após a sessão, debate com a diretora Marcela Moreno. Dia 26 de abril, às 18:00h, auditório 1014. Entrada franca.

Colunista do jornal Folha de São Paulo e autor de obras na literatura brasileira contemporânea, o escritor debate com os alunos da FGV. Dia 17 de Abril de 2018, das 9h às 11h. Auditório do 6ª andar da EESP. Rua Itapeva, n. 474, São Paulo

Palestra com prof. Clément Astruc, doutorando da Sorbonne e do Instituto de Altos Estudos da América Latina (IHEAL), que apresentará pesquisa sobre os times de futebol brasileiros que participaram de competições e amistosos fora do país entre as décadas de 1940 e 1970. Dia 12 de abril de 2018, às 14h, auditório 1014, Praia de Botafogo, 190, FGV.

Palestra com Eduardo Escorel, cineasta, documentarista, diretor de diversos filmes como 35 – O Assalto ao Poder,  Paulo Moura – Alma Brasileira e Imagens do Estado Novo 1937-1945; montador de diversas obras como Santiago e No Intenso Agora de João Moreira Salles; e produtor executivo de O Fio da Memória de Eduardo Coutinho, entre outros. Mantem um blog semanal sobre cinema na revista piaui. Dia 11 de abril de 2018, às 19h00, auditório 415, Praia de Botafogo, 190, FGV.

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2017. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

randomness