A- A+

Acontece no CPDOC

      << VOLTAR

  

Nova reimpressão do DHBB para o governo do Estado do Rio de Janeiro

 

 Carlos Magno/ Palácio Guanabara

 

      Segundo o secretário Alexandre Cardoso, não há no estado
       instituição que deixe de reconhecer a atuação da FAPERJ

 

A cerimônia para entrega dos termos de outorga do edital de Apoio à Implantação, Recuperação e Modernização da Infraestrutura para Pesquisa nas Universidades Estaduais do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, 16 de dezembro, no Palácio Laranjeiras, foi marcada pelo entusiasmo. "O Rio de Janeiro vive um momento ímpar no país, e fechamos o ano com um belo balanço, particularmente na área de ciência e tecnologia", enfatizou o governador Sérgio Cabral. Otimismo partilhado por unanimidade com os membros da comunidade científica, presentes à cerimônia. Na ocasião, também foi lançada a versão atualizada do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro pós-1930, obra que reúne informações importantes sobre a construção da história política brasileira, agora já com a nova ortografia.

Segundo o governador, que no decorrer do dia havia participado de outros dois eventos – a inauguração do trecho Avenida Brasil do programa Rio Digital e a posse, na Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro (Emater-Rio), de 85 veterinários e zootecnistas aprovados em concurso –, tem havido um saldo extremamente positivo dos investimentos feitos nestes três anos, em diversas áreas. "Tem sido muito importante ver universidades, como a Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) envolvidas no projeto de Internet gratuita para a população de baixa renda", falou sobre a participação e coordenação técnica das universidades no programa de inclusão digital.

Sérgio Cabral também falou sobre as universidades estaduais, que, se de um lado vêm recebendo maiores recursos, de outro têm contado com a eficiente atuação de seus reitores, que merecem elogios. Cabral citou ainda investimentos na educação fundamental, como a climatização de 19 mil salas de aula. "Também estamos colocando um computador, com acesso à banda larga, para cada professor em sala de aula", frisou.

Igual entusiasmo com o balanço de 2009 foi compartilhado pelo secretário Alexandre Cardoso. Lembrando o título concedido pela Academia Brasileira de Ciências a Sérgio Cabral, de Governador da Ciência, ele falou sobre os crescentes aportes de recursos para a FAPERJ – que passou da mpedia de R$ 90 milhões, entre 2000 e 2006, para R$ 200 milhões, em 2007, e R$ 270 milhões, em 2009 –, e sobre o programa Rio Digital. "É o maior projeto do gênero no mundo. Quando for concluído, serão 5 milhões de pessoas que poderão usar gratuitamente a Internet. Será um marco mundial", frisou. Cardoso igualmente elogiou a gestão dos reitores das universidades estaduais – Uerj, Uenf e Uezo – e a administração de Cabral. "O apoio do governador à ciência e tecnologia superou as expectativas. Não há instituição no estado que não reconheça a atuação da FAPERJ", falou.

O diretor-presidente da FAPERJ, Ruy Garcia Marques, traduziu todo esse otimismo em números, fazendo um breve resumo do último triênio. "Realmente temos muito a celebrar. Devemos fechar 2009 com a execução orçamentária de R$ 270 milhões, valor similar ao de 2008. No triênio 2007/2009, foram cerca de R$ 765 milhões em investimentos. Em 2010, computado o quadriênio, esses recursos poderão chegar a mais de R$ 1,1 bilhão. Tudo isso significa uma mudança radical que vem possibilitando a implementação de programas estratégicos para oestado do Rio de Janeiro", frisou. Ele também falou do aumento da presença da FAPERJ no estado que, até 2006, apoiava projetos em 12 municípios; em 2008, o apoio da Fundação atingia 49 municípios, e, agora, em 2009, já são 64, com a meta de, proximamente, se cobrir todos os 92 municípios fluminenses.

 

 Carlos Magno / Palácio Guanabara
    
      Celso Castro, da FGV, entrega a Sérgio Cabral
     Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro pós-1930 
Marques lembrou ainda que tudo isso só foi possível pelo grande apoio recebido tanto do governo estadual quanto da comunidade científica e tecnológica, que tem respondido às chamadas da Fundação com projetos altamente qualificados. "A FAPERJ poderá crescer ainda mais se for autorizada a gerar e gerir recursos, o que começa a se materializar com a Lei Estadual de Inovação, sancionada em 2008 e aprovada para regulamentação na segunda-feira, 14 de dezembro, na Assembléia Legislativa do estado (Alerj)e que deverá ser proximamente regulamentada.

 

Para falar em nome dos pesquisadores com projetos contemplados no edital de Apoio à Infraestrutura das Universidades Estaduais, destinados à aquisição de equipamentos de grande porte e à edificação de estruturas compatíveis com a pesquisa de alto nível, a professora Eliete Bouskela resumiu: "Não é demais dizer que hoje celebramos a cooperação entre o governo estadual, a FAPERJ e os pesquisadores, abrindo novas perspectivas à C&T fluminense."

Obra pioneira e única no gênero no Brasil, o Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro pós-1930, apresentado durante a cerimônia, reúne, em seus cinco volumes, cerca de 7 mil verbetes biográficos, institucionais e factuais, sobre personagens e episódios da vida política brasileira. Publicado com recursos da FAPERJ, o dicionário, fartamente ilustrado e com novo lay-out, foi reimpresso a partir de iniciativa do próprio governador. "A obra marca a parceria de longa data que mantemos com o governo do estado, e que tem marcado nossa história de forma positiva. Publicado em 1997, esta é a obra mais importante produzida pelo  Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea, da Fundação Getúlio Vargas (CPDOC-FGV). Está esgotado desde 2001, quando saiu a segunda edição. Daí a importância dessa reimpressão", frisou Celso Castro, diretor da Fundação Getúlio Vargas. Os 2 mil exemplares de cada um dos cinco volumes do dicionário serão enviados para as bibliotecas e instituições de ensino fluminenses.

A cerimônia, que contou com grande número de representantes da comunidade científica e de autoridades, também teve a presença do reitor Roberto Soares de Moura, da Uezo; da vice-reitora Maria Christina Paixão Maioli, da Uerj; do vice-reitor Abel Carrasquilha, da Uenf; da professora Albanita Viana de Oliveira, presidente do Conselho Superior da FAPERJ; e do secretário Regis Fichtner, chefe da Casa Civil.

 

 ( Extraído do site oficial da FAPERJ: www.faperj.br/versao-impressao.phtml?obj_id=6015 )

 

 

CALENDÁRIO DE EVENTOS

D S T Q Q S S
 
 
 
 
 
1
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
11
 
12
 
13
 
14
 
15
 
16
 
17
 
18
 
19
 
20
 
21
 
22
 
23
 
24
 
25
 
26
 
27
 
28
 
29
 
30
 
31
 
 
 
 
 
 
 

NOTÍCIAS E EVENTOS

Destinado ao público interessado em saber quais são as principais estratégias de liderança política e sob quais circunstâncias elas funcionam. Acontece entre 25 de janeiro e 2 de fevereiro, das 9 às 12 horas. Inscrições até o dia 11 de janeiro de 2021. Saiba mais.

A Escola de Ciências Sociais por meio do Laboratório de Pensamento Social (LAPES) convida para a aula aberta com o prof. Robert Wegner (Fiocrcuz, PUC-Rio). Dia 18 de março de 2021, às 11h. Inscrições gratuitas.

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2020. Todos os direitos reservados • As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.