A- A+

Futebol, Memória e Patrimônio

<<  DARIO SANTOS
Dario Santos

Dario José dos Santos, mais conhecido como Dadá, nasceu no Rio de Janeiro no dia 4 de março de 1946. Começou a jogar futebol em 1965 no time de juniores do Campo Grande, clube do subúrbio carioca, onde chamou a atenção de um olheiro do Atlético Mineiro. Em 1968 Dadá se mudou para Belo Horizonte e passou a jogar no Atlético, se tornando o segundo maior artilheiro da história do clube. Teve passagens também pelo Flamengo, Internacional, Sport –RE, Náutico e Bahia, entre outros.

Entre os principais títulos da carreira, destacam-se os campeonatos brasileiros de 1971, pelo Atlético, e o de 1976, pelo Internacional, além de ter sido campeão estadual em praticamente todos os clubes no qual jogou.

Pela seleção brasileira, fez parte do time que conquistou a Copa do Mundo de 1970.

Quando encerrou a carreira de jogador, em 1986, entrou para a história do futebol brasileiro como o terceiro maior artilheiro, com a marca de 1026 gols. Atualmente, é comentarista esportiva de uma emissora mineira.

 

 

© Todos os direitos reservados à FGV.

Topo da Página SUMÁRIO - ENTREVISTA 10.07.2011

  SumarioDarioSantos.pdf

Clique para assistir
1º Bloco
Origens; a infância conturbada no Rio de Janeiro; primeiro contato com o futebol; a entrada no time do Campo Grande.
 
Clique para assistir
2º Bloco
O início da carreira; a passagem pelo exército; o apoio de Fernando Ramos Soares, o Gradim; ascensão dentro do Campo Grande.
 
Clique para assistir
3º Bloco
A contratação pelo Atlético Mineiro; a perda do pai; encontro com olheiro do Atlético; saída do Campo Grande.
 
Clique para assistir
4º Bloco
Trajetória de reserva a titular dentro do Atlético; o início conturbado em Belo Horizonte; jogo entre o Atlético e a seleção da Rússia; o surgimento do personagem Dadá.
 
Clique para assistir
5º Bloco
Partida entre o Atlético Mineiro e a seleção brasileira; atrito com o então técnico da seleção, João Saldanha; atuação em coletivos da seleção.
 
Clique para assistir
6º Bloco
A convocação para a Copa do Mundo de 70; polêmica em relação ao motivo da convocação; momento em que recebeu a notícia da convocação.
 
Clique para assistir
7º Bloco
A preparação para o Mundial de 70; a importância de Mário Jorge Lobo Zagallo como treinador da seleção; a dificuldade em driblar, apesar da facilidade de fazer gol.
 
Clique para assistir
8º Bloco
A seleção e a ditadura militar; o papel de Zagallo para promover a união da equipe; a seleção como válvula de escape da ditadura militar; contato com o então presidente da República, Emílio Garrastazu Médici.
 
Clique para assistir
9º Bloco
A Copa do Mundo de 1970, primeira parte; os jogos da primeira fase da Copa; a partida entre Brasil e Peru; a relação com Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.
 
Clique para assistir
10º Bloco
A Copa do Mundo de 1970, segunda parte; o jogo Brasil X Uruguai; a final da Copa, entre Brasil e Itália; o carinho da torcida mexicana; a sensação de ser campeão do mundo.
 
Clique para assistir
11º Bloco
Retorno ao Brasil; a readaptação à rotina do Atlético; a relação com o pai e a importância da família.
 
Clique para assistir
12º Bloco
A passagem pelo Flamengo; insatisfação por nunca ter ganhado o prêmio “Bola de Prata”; transferência para o Flamengo; a questão do dopping no futebol; contato com o jovem Arthur Antunes Coimbra, o Zico; a emoção de jogar pelo Flamengo.
 
Clique para assistir
13º Bloco
A ida para o Sport de Recife; a volta para o Atlético; chegada no Sport, em 1975.
 
Clique para assistir
14º Bloco
As táticas de jogo; o treinamento intensivo sozinho; avaliação de goleiros adversários.
 
Clique para assistir
15º Bloco
O Internacional-RS; a conquista do campeonato estadual e do título brasileiro.
 
Clique para assistir
16º Bloco
A relação com o Corinthians; a decepção por nunca ter jogado no Corinthians; vitórias contra o Corinthians; o convívio com a imprensa.
 
Clique para assistir
17º Bloco
A prática da mala preta no futebol; episódio envolvendo o time do Bangu, quando jogava no Campo Grande; a mala preta para ganhar jogos; a carreira em decadência.
 
Clique para assistir
18º Bloco
O fim da carreira; a decisão de parar de jogar; a questão financeira após o término da carreira; breve experiência como técnico e o início da atuação como comentarista esportivo.
 
Clique para assistir
19º Bloco
Retrospectiva da carreira; o gol mais bonito que marcou; a diferença entre o salários de hoje e os de antigamente no futebol; apelidos que recebeu na trajetória como jogador.
 
Clique para assistir
20º Bloco
A Copa de 2014; preocupação com a estrutura do futebol brasileiro; os jogadores de futebol atualmente.
 

 

Topo da Página TRANSCRIÇÃO NA ÍNTEGRA

TranscricaoDarioSantos.pdf

  Twitter Facebook Youtube Flickr Eclass      Mais   

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2017. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap