A- A+

Laboratórios de pesquisa do CPDOC

      << VOLTAR

  


Apresentação

Em 30 e 31 de agosto de 2012, o Laboratório de Pensamento Social do CPDOC, realiza seu 2º Ateliê do Pensamento Social. Trata-se de um programa de quatro workshops – intitulado Ideas, texts and concepts: New Comparative Perspectives - Ideias, textos e conceitos: Novas perspectivas comparativas – que se estendem entre 2011-2014. Esse ciclo de âmbito internacional visa discutir aspectos teórico-metodológicos relativos à pesquisa no campo amplo do pensamento social (estudos sobre ideias, intelectuais e tradições disciplinares), e destina-se especialmente a jovens pesquisadores inscritos em programas de pós-graduação de História e Ciências Sociais que tenham projetos de pesquisa relativos ao tema.

Neste ano, o tema escolhido é Olhares transnacionais: ideias em perspectiva global – Transnational approaches: Ideas in global perspective. No primeiro dia, haverá duas mesas-redondas com especialistas na área e uma conferência especial, e no segundo, serão discutidos projetos de pesquisa dos estudantes de pós-graduação inscritos no evento. O evento irá receber até 15 inscrições especiais de pós-graduandos do Brasil e da América Latina, mas está aberto ao público em geral. As inscrições de trabalho encerram no dia 20 de julho de 2012.
 

Histórico do evento

Em 2011, o Laboratório de Pensamento Social do CPDOC organizou o 1º Ateliê do Pensamento Social, um workshop com cinco especialistas nas áreas de Sociologia da Cultura e História Intelectual, que se reuniram para debater métodos de pesquisa na área. O evento foi voltado para um público de pós-graduandos nas áreas de História e Ciências Sociais, e recebeu um bom número de inscrições, além de numerosas consultas. O formato, embora comum ao redor do mundo, ainda é pouco explorado no Brasil, que tende a preferir seminários e congressos massivos. O sucesso deste primeiro evento nos levou a conceber um projeto mais ambicioso, que transforme o Ateliê num espaço internacional de discussão sobre novos métodos de pesquisa no campo do pensamento social. Acreditamos que tal iniciativa possa contribuir para consolidar o lugar de destaque da comunidade acadêmica fluminense/carioca num circuito internacional.
 

Público-alvo

O evento é direcionado principalmente para estudantes de pós-graduação em História e Ciências Sociais que lidem com temas próximos do campo do pensamento social, mas as mesas estão abertas ao público em geral, respeitadas as limitações de espaço físico e a necessidade de inscrição como ouvintes. A única atividade restrita aos inscritos com trabalhos será aquela realizada no segundo dia – a discussão coletiva dos projetos de pesquisa.
 

Comitê Científico

O comitê é formado pelos quatro professores que integram o LAPES: Bernardo Buarque de Holanda, Cláudio Pinheiro, Helena Bomeny e João Maia.

 

30 de agosto | 5ª feira
9h - 10hConferência Inaugural
Descentrando a Teoria Social. Diferentes histórias e tradições sociológicas
De-centering Social Theory - Diverse histories and sociological traditions

Sujata Patel - Univ. de Hyderabad, Índia

 Coffee Break
10h30 - 12h30Mesa 1
Estudando ideias no contexto americano
Studying ideas within the Latin American context

Elias Palti - Univ. de Quilmes, Argentina
Maurício Tenório - Univ. de Chicago, US

 Almoço
14h30 - 17h30Mesa 2
Diálogos Atlânticos - Migração de ideias e formas culturais
Atlantic Dialogues: Migration of ideas and cultural forms

Lilia Schwarcz - USP, Brasil
Cherry Schreker - Univ.de de Nancy, França



31 de agosto | 6ª feira
14h - 15h30Mesas 3 e 4
Sessões de discussão dos projetos de pesquisa
 Coffee Break
16h - 17h30Mesas 5 e 6
Sessões de discussão dos projetos de pesquisa
Biodatas dos participantes

 

Sujata Patel, Índia

Socióloga, Universidade de Hyderabad

Sujata Patel possui graduação em Elphinstone College, Mumbai (1973), mestrado pela Universidade de Mumbai (1976) e outro mestrado pela Universidade de Dalhousie, Canadá (1977) e doutorado pela Universidade de Jawaharlal Nehru (1984). Entre 1983-1991 Sujata foi uma pesquisadora independente integrando vários projetos em Ahmadabad, Bombaim e Délhi. Durante esse período ela foi pesquisadora associada ao Nehru Memorial (Délhi) e da University Grants Commission (maior agência publica de financiamento a pesquisa da Índia) e professora visitante da Universidade de Johanesburgo (2009-11). Entre suas principais publicações estão: The ISA Handbook of Diverse Sociological Traditions (London: Sage, 2010); Urban Studies. Readers in Sociology and Social Anthropology (Co-editor) (Delhi: OUP, 2006); Bombay and Mumbai. The City in Transisition (Co-edited with Jim Masselos) (Delhi: OUP, 2003)

 

Elias Paltí, Argentina

Sociólogo, Universidade Nacional de Quilmes e Universidade Nacional de Buenos Aires

Elias Paltí leciona na Universidade Nacional de Quilmes e na Universidade Nacional de Buenos Aires, além de ser pesquisador do CONICET. Seu doutorado em História foi obtido em 1996, na Universidade de Berkeley, Califórnia, e seu pós-doutoramento foi feito em 2001, no Colégio Del México. O prof. Paltí é um dos maiores especialistas em História Intelectual Latino-Americana, tendo publicado os seguintes livros sobre o tema: Mito y realidad de la “cultura política latinoamericana” (edición e introducción). Buenos Aires: Prometeo, 2010; La nación como problema. Los historiadores y la “cuestión nacional” . Buenos Aires: FCE, 2003; Giro lingüístico e historia intelectual. Buenos Aires: Universidad Nacional de Quilmes, 1998.

 

Maurício Tenório, México

Historiador, Universidade de Chicago

Maurício Tenório é full professor e diretor (2010-2013) do Centre for Latin American Studies, Chicago. Seu doutorado na área foi obtido em 1992 na Universidade de Stanford. Entre suas principais publicações, podem-se listar: Mexico at World's Fairs: Crafting a Modern Nation, Berkeley, The University of California Press, 1996; Argucias de la historia: Del Siglo XIX, América Latina y Cultura, Mexico City, Barcelona, Buenos Aires, Editorial Paidós, 1999; Culturas y memoria, Mexico, Tusquets, 2012; “The Riddle of a Common History: The United Status in Mexican Textbooks Controversies,” Context, vol. 1, no. 1 (Spring 2009), pp. 103-131; “On Monolingual Fears,” Public Culture, vol. 19, no. 3 (2007), pp. 425-432. O prof. Tenório é um especialista em história cultural e tem a moderna América Latina como grande área de interesse.

 

Cherry Schrecker, França

Socióloga, Universidade de Nancy

Cherry Schrecker é professora associada na Universidade de Nancy, já tendo ocupado cargos de docência nas Universidades de Mertz (1998-2001) e Parpignan (2001-2002), todas na França. Sua tese de doutoramento foi defendida na Universidade Marc Bloch, em Estrasbourg, e versava sobre o conceito de comunidade nas sociologias americana e britânica. Atualmente, é membro do Comitê Executivo do grupo de pesquisa em História da Sociologia da ISA. Entre suas principais publicações, podem-se listar a coletânea Transatlantic Voyages and Sociology, the migration and development of ideas, Aldershot, Ashgate, 2010; o livro autoral Contribution à la sociologie de l’action : Alfred Schütz, Paris, Hermann, 2009; o artigo “Textbooks and Sociology: a Franco-British comparison” in Current Sociology, March, n°56/02, 2008. A professora Schreker é especialista em história da sociologia e vem sendo uma das principais divulgadoras da abordagem transnacional.

 

Lilia Schwarcz, Brasil

Antropóloga, Universidade de São Paulo

Lilia Schwarcz é professora titular da Universidade de São Paulo (2005), editora da Companhia das Letras (onde coordena coleções de não ficção), membro do advisory group - Harvard University, membro do Conselho Científico do Instituto de Estudos Avançados da UFMG, sócia do IHGB, membro da conselho da Revista da USP, da Revista de História da Biblioteca Nacional, da Revista Etnográfica (Lisboa) e da revista Penélope (Lisboa). Foi professora visitante e pesquisadora nas universidades de Leiden, Oxford, Brown, Columbia (Tinker Professor) e Princeton, onde é Global Professor até o ano de 2014. Entre suas principais publicações, encontram-se os livros “O sol do Brasil: Nicolas-Antoine Taunay e as desventuras dos artistas franceses na corte de D. João” (Companhia das Letras, 2009); “As Barbas do Imperador: D. Pedro II, um monarca nos trópicos” (Companhia das Letras, 1998); e “O espetáculo das raças: cientistas, instituições e pensamento racial no Brasil (1870-1930)” (Companhia das Letras, 1993)

 

  Twitter Facebook Youtube Flickr Eclass      Mais   

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2015. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • MELHOR SE VISUALIZADO EM 1024 X 768 • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

                                                                                                                                                                 

Educação Executiva Presencial, Customizada e a Distância

                                                                                                                                                70 Anos FGV            FGV Notícias         FGV News