A- A+

Trajetória e Pensamento das Elites Empresariais de São Paulo

<<  PAULO CUNHA

Paulo Guilherme Aguiar Cunha nasceu no dia 1º de março de 1940, no Rio de Janeiro. Filho de pai militar e mãe professora primária, Paulo Cunha formou-se em Engenharia pela PUC-Rio. No início da década de 60, aprovado em concurso público, ingressou na Petrobrás. Nesta empresa, Cunha, entre diversas atividades, coordenou o curso de formação de engenheiros e o projeto da fábrica de amônia e uréia em Camaçari, Bahia.

Em 1967, Paulo Cunha ingressou no grupo Ultra, a convite de Pery Igel, então presidente da empresa. Neste grupo atuou na Ultraférti, na área de desenvolvimento de fertilizantes; colaborou na criação da petroquímica União; foi o principal formulador da Oxiteno; trabalhou na expansão geográfica da empresa e participou da criação da Ultratec. Em 1981, após ampla reestruturação empresarial, Cunha tornou-se presidente do Grupo Ultra.

Paulo Cunha foi presidente da Abiquim, nos anos de 1970; participou do conselho BNDESPAR; foi membro do Conselho Monetário Internacional durante o governo Collor; e participou da criação do Iedi.

Em 2006, deixou a presidência executiva do grupo Ultra, passando a se dedicar exclusivamente à presidência do conselho de administração. Além disso, Paulo Cunha vem desenvolvendo uma série de projetos sociais na área de educação

 

 

© Todos os direitos reservados à FGV.

Topo da Página SUMÁRIO - ENTREVISTA 04.09.2007

  Sumario_PauloCunha.pdf

Clique para assistir
Bloco
Origens familiares; a engenharia como uma vocação familiar; a infância no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro; o avô materno como uma forte influência na vida; os anos de estudos primário e secundário.
 
Clique para assistir
2º Bloco
Anos de formação; os anos de estudo na Pontifícia Universidade Católica (PUC); o pouco envolvimento com movimentos estudantis na época do golpe militar; professores marcantes.
 
Clique para assistir
3º Bloco
Os anos de trabalho na Petrobras; a troca da bolsa de mestrado em engenharia na Universidade de Houston pelo concurso para a Petrobras; o convite para coordenar o curso de formação da turma seguinte de engenheiros na PUC; as mudanças dentro da empresa.
 
Clique para assistir
4º Bloco
A entrada no grupo Ultra (primeira parte); a criação e o desenvolvimento do mercado de fertilizantes concentrados no Brasil; o desenvolvimento da Ultragaz e da Ultralar
 
Clique para assistir
5º Bloco
A entrada no grupo Ultra (segunda parte); os projetos do grupo; as primeiras frustrações.
 
Clique para assistir
6º Bloco
O projeto Oxiteno (primeira parte); a trajetória dentro do grupo Ultra; a responsabilidade de conceber e desenvolver o projeto de óxido de eteno do grupo Ultra; a entrada da Petrobras como sócia no projeto.
 
Clique para assistir
7º Bloco
O projeto Oxiteno (segunda parte); o uso do óxido de eteno; o desenvolvimento do projeto e as parcerias.
 
Clique para assistir
8º Bloco
As empresas e a intervenção do Estado; o desenvolvimento da petroquímica no Brasil; a relação entre o governo e os grupos empresariais.
 
 
Clique para assistir
9º Bloco
A formação da mão-de-obra da Oxiteno; a crise do petróleo; o desenvolvimento de programas de formação de pessoal.
 
Clique para assistir
10º Bloco
Os acontecimentos que afetaram o setor petroquímico; outros empreendimentos químicos e petroquímicos do grupo Ultra na época; a reestruturação dentro do grupo Ultra por conta das dificuldades de financiamento e refinanciamento.
 
 
Clique para assistir
11º Bloco
A carreira empresarial; o crescimento profissional dentro do grupo Ultra; a presidência do grupo Ultra, da Abiquim (Associação Brasileira da Indústria Química) e do Instituto Brasileiro de Petróleo; a aquisição de uma expressão pública mais forte.
 
Clique para assistir
12º Bloco
O processo de redemocratização; CACEX (Consultoria e Assessoria em Comercio Exterior) como um aliado para a consolidação da indústria; as mudanças geradas pelo governo Collor.
 
 
Clique para assistir
13º Bloco
A abertura econômica e o IEDI (Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial); a pouca presença de conflitos trabalhistas no setor petroquímico; a reestruturação e a adaptação do setor petroquímico após a abertura econômica; a criação do IEDI.
 
Clique para assistir
14º Bloco
Desenvolvimento industrial e educação; o crescimento econômico e educação como prioridades no Brasil; a questão da educação sempre muito forte na família e, consequentemente, no grupo Ultra.
 
 
 

 

 

Topo da PáginaROTEIRO

Roteiro_PauloCunha.pdf

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2017. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap