A- A+

Cientistas Sociais de Países de Língua Portuguesa: Histórias de Vida

<<  ROBERT ROWLAND

Robert Rowland nasceu em 1945, em São Paulo, no Brasil. Graduou-se em Economia e Ciência Política na Universidade de Cambridge, em 1967, e concluiu seu mestrado na mesma instituição, em 1971. No ano de 1986, realizou uma Equivalência de Licenciatura em Sociologia no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), tornando-se pesquisador e atual professor catedrático aposentado desta instituição.

 

Para demais informações e publicações do autor, acesse o sítio do Departamento de Antropologia do ISCTE.

 

 

© Todos os direitos reservados à FGV.

Topo da Página SUMÁRIO - ENTREVISTA 13.09.2010

  SumarioRobertRowland.pdf

Clique para assistir
1º Bloco
A questão de identidade; origens familiares; primeiros estudos na Inglaterra; especialização em estudos clássicos em Cambridge.
 
Clique para assistir
2º Bloco
Interesse em poesia oral do nordeste brasileiro; trabalho de campo no Brasil sobre os cantadores de viola e cordel, em 65, com estadia no Instituto Joaquim Nabuco; do nordeste do Brasil para sul da Itália, mudança do objeto de pesquisa.
 
Clique para assistir
3º Bloco
Interesses dos estudos europeus; a entrada na posição de Lecturer with responsibility for interdisciplinary studies na Escola de Estudos Europeus da Universidade de East Anglia (1970-75).
 
Clique para assistir
4º Bloco
A sociologia em Cambridge; o contato com Edmund Leach e as perspectivas estruturalistas; Interesses pela relação antropologia e história social; a reestruturação do curso de história social na Universidade de East Anglia, introduzindo a antropologia na grade; títulos considerados importantes por Rowland.
 
Clique para assistir
5º Bloco
O contato com Florestan Fernandes e Luis Werneck no Brasil; a vinda para o CEBRAP, onde passou seis meses estudando a questão da revolução de 30; o fracasso do departamento interdisciplinar na East Anglia e a posterior volta ao Brasil.
 
Clique para assistir
6º Bloco
A queda do fascismo italiano em 74; a ida da Inglaterra para Portugal, para ser professor de história econômica na Faculdade de Economia do porto; O projeto de criação do departamento de ciências sociais na Faculdade de Economia; a continuidade das ciências sociais no Iscte.
 
Clique para assistir
7º Bloco
O convite do Professor Sedas Nunes para a ida de Rowland para o Iscte, Lisboa; a docência em metodologia das ciências sociais; a introdução da cadeira de antropologia das sociedades complexas dentro do curso de sociologia e a relação com a história.
 
Clique para assistir
8º Bloco
O convite para a criação de um centro de pesquisa no Instituto Gulbenkian, em Oeiras; a passagem do Iscte para a Universidade Nova de Lisboa; o projeto de criação de um departamento de antropologia na Universidade Nova; A crise do Iscte e a criação de duas novas licenciaturas, antropologia e administração social.
 
Clique para assistir
9º Bloco
Pensamentos sobre o curso de ciências sociais; o esquema de Bolonha, nos países europeus, e suas implicações; a utilidade social e a imagem púbica das ciências sociais em Portugal.
 
Clique para assistir
10º Bloco
Repensando as ofertas de curso nas ciências sociais e seu papel em termos de sua presença social; os ex-alunos formados pelas primeiras turmas do Iscte; as influências de Moses Finley, Edmund Leach, e os professores da faculade de economia.
 
Clique para assistir
11º Bloco
Iniciativas isoladas no Brasil; A ida como professor para o Instituto Universitário Europeu, em Florença; os contatos com brasileiros pesquisadores em Portugal; o convite, por Lilia Schwarcz, para fazer um curso de antropologia histórica na USP; as relações históricas entre Brasil e Portugal e a construção de identidade.
 
Clique para assistir
12º Bloco
A participação no congresso Luso-Afro-Brasileiro; as discussões sobre a criação de uma associação em ciências sociais dos países de língua portuguesa; a relação entre línguas e produção de teoria; o uso da língua portuguesa como meio de comunicação e produção teórica.
 
Clique para assistir
13º Bloco
A presidência da APA; a criação do Centro em Rede de Investigação em Antropologia; a necessidade de fomentar pesquisas conjuntas entre Portugal e Brasil; a comunicação de cientistas sociais de língua portuguesa e o estabelecimento de laços.
 

 

Topo da Página TRANSCRIÇÃO NA ÍNTEGRA

TranscricaoRobertRowland.pdf

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a consulta, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).

 

  Twitter Facebook Youtube Flickr Eclass      Mais   

<p>Robert Rowland</p>

<p>Robert Rowland e Karina Kuschnir</p>

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2017. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

randomness