A- A+

Memória das Ciências Sociais no Brasil

<<  FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
Fernando Henrique Cardoso

Fernando Henrique Cardoso é sociólogo, foi senador, ministro das Relações Exteriores e da Fazenda, e presidente da República por dois mandatos (1994-2002). Formou-se em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), da qual se tornou professor em 1952. Foi um dos fundadores do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), importante núcleo de pesquisa e reflexão sobre a realidade brasileira. Além da Universidade de São Paulo, da qual é professor emérito, ensinou nas Universidades de Santiago, no Chile; da Califórnia (Stanford e Berkeley), nos Estados Unidos; de Cambridge, na Inglaterra; de Paris-Nanterre, na École des Hautes Études en Sciences Sociales, e no Collège de France, na França. De 2003 a 2007, foi professor at-large do Thomas J. Watson Jr. Institute for International Studies, da Brown University, nos Estados Unidos. Além disso, foi presidente da Associação Internacional de Sociologia (1982-1986), recebeu o título de Doutor Honoris Causa de mais de 20 universidades e é membro honorário estrangeiro da American Academy of Arts and Sciences.

 


 

© Todos os direitos reservados à FGV.

Topo da PáginaSUMÁRIO - ENTREVISTA 19.10.2011

 SumarioFernandoHenriqueCardoso.pdf

Clique para assistir
1º Bloco
Origens; o ambiente familiar; a faculdade de Ciências Sociais; referências iniciais na Sociologia; a influência de Florestan Fernandes; a pesquisa sobre os negros em São Paulo.
 
Clique para assistir
2º Bloco
A ida para a Sociologia; repercussões familiares; o pai; a passagem pela Faculdade de Economia; o Florestan Fernandes funcionalista; primeiro assistente de História Econômica; o retorno para a Sociologia; Roger Bastide.
 
Clique para assistir
3º Bloco
Florestan Fernandes e o marxismo; a figura de Florestan Fernandes; a formação teórica da época; as leituras e a influência de Karl Marx; a tese de doutoramento Capitalismo e escravidão no Brasil meridional. .
 
Clique para assistir
4º Bloco
A criação do Cesit e algumas influências intelectuais; a vinda de Sartre e Simone de Beauvoir ao Brasil; Georges Friedmann e a sociologia do trabalho; diretor do Cesit; Alain Touraine; o ecletismo teórico.
 
Clique para assistir
5º Bloco
Questões teóricas e políticas nas vésperas do golpe de 1964; o provincianismo das ciências sociais na USP; diferenças com o Iseb; a pesquisa sobre o empresariado.
 
Clique para assistir
6º Bloco
A elaboração da teoria da dependência; a ida para o Chile; a Cepal; a construção da teoria; Raul Prebisch; a análise histórico-estrutural; Dependência de Desenvolvimento.
 
Clique para assistir
7º Bloco
A teoria da dependência hoje; a permanência da desigualdade; uma nova assimetria; a originalidade da teoria; atualização de estruturas e conceitos.
 
Clique para assistir
8º Bloco
A recepção da teoria da dependência; a recepção no Brasil; a influência no restante da América Latina; o Cebrap; Michel Foucault.
 
Clique para assistir
9º Bloco
Maio de 68 e o retorno ao Brasil; a ida para a França; a saída da Cepal e a aversão a burocracias; a Universidade de Nanterre; a revolução existencial; formas de mudanças no mundo contemporâneo; a ida para a Ciência Política na USP.
 
Clique para assistir
10º Bloco
Cebrap; AI-5; o apoio da Fundação Ford; a estruturação do Cebrap; conexões com outras instituições.
 
Clique para assistir
11º Bloco
O ofício de professor, cientista social e político; diferenças entre ser professor e pesquisador; diálogos entre a ciência e a política; a ida para a política; o contato com Ulisses Guimarães; as eleições de 1974; a candidatura ao senado.
 
Clique para assistir
12º Bloco
Reflexões sobre a política e as ciências sociais; distintas vocações e práticas; diferenças entre o parlamento e a presidência; a importância de Max Weber; a falta de lideranças no cenário político
 
Clique para assistir
13º Bloco
Autores marcantes e os países de língua portuguesa; Karl Marx; Max Weber; Tocqueville; Sérgio Buarque de Hollanda; relações com Portugal; a literatura africana.
 
Clique para assistir
14º Bloco
Ruth Cardoso; a vocação de professora; estudos pioneiros; atuação política; personalidade singular; Centro Ruth Cardoso.
 
Clique para assistir
15º Bloco
Instituto Fernando Henrique Cardoso; o acervo presidencial; o programa destinado a jovens; debates políticos; redes sociais; o caráter de Fundação.
 
 

 

 

 

Topo da PáginaTRANSCRIÇÃO NA ÍNTEGRA

TrancricaoFernandoHenriqueCardoso.pdf

 

Aviso importante:
Transcrições de entrevistas estão sempre sujeitas a erros. Elas são aqui disponibilizadas apenas com o intuito de facilitar a consulta, não devendo substituir a consulta ao documento audiovisual. Caso você perceba algum erro, por favor avise-nos através do Fale Conosco ou da ferramenta Colabore, disponível no sistema de acervo do CPDOC (é preciso estar registrado para utilizar esta ferramenta).

 

  Twitter Facebook Youtube Flickr Eclass      Mais   

   

 

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
RIO: Praia de Botafogo, 190, 14º andar, Rio de Janeiro - RJ - 22250-145 • Tels. (21) 3799.5676
SÃO PAULO: Avenida Paulista, 1471, 1º andar, Bela Vista - São Paulo - 01311-200 • Tel: (11) 3799 -3755
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2017. Todos os direitos reservados • Usando: Drupal! • Use versões recentes do IE, Firefox, Chrome, Opera
Lista de URLs do CPDOC Busca: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/page-sitemap